quinta-feira, 17 de setembro de 2015

ENTREVISTA COM DAVID SAYLOR

O excelente vocalista David Antonio Saylor
Muita gente só conheceu o excelente David Antonio Saylor quando ele trabalhou com os gregos da Wild Rose, mas o britânico já tinha boa reputação por conta do excelente álbum "Strange Behaviour", da Push U.K. e lançado em 2010. Agora, a gravadora AORBlvd. Records relançou o e rebatizou o trabalho como "Future Into The Past", remasterizando todo o material original e adicionando uma série de bonus tracks.

Com isso em mente, entrei em contato com David e ele, sempre simpático, concordou em trocar umas palavras sobre o trabalho com o Push U.K., as novas canções e a possibilidade da banda retomar a carreira.

Enjoy...

01 O Push U.K. surgiu com "Strange World", um álbum consistente que se tornou cult entre os entusiastas do AOR. E isso se confirma com o fato de que, rapidamente, ele sumiu das lojas. De quem foi a ideia de relançar o álbum?

David Saylor: Bem, nossa gravadora queria lançar material novo do Push U.K. e também lançar algumas demos inéditas que tínhamos gravado nos anos 80, canções que ficaram de fora de "Strange World". Também tínhamos alguns mixes diferentes de algumas canções do álbum A ideia era que nossos fãs gostassem de ter aquelas demos em suas coleções e essa foi a grande motivação por trás do novo álbum do Push U.K., que apresenta canções novas, demos inéditas e versões alternativas. O álbum também traz, em seu livreto, a biografia da banda e muitas fotos da banda ao longo dos anos, do início dos anos 80 e até mesmo antes disso.

02 Adicionar novas canções ao tracklist original foi uma grande ideia, mas gravar material inédito foi espetacular. Foi fácil reunir a banda novamente?

David Saylor: Sempre nos mantivemos em contato ao longo dos anos e foi ótimo gravar novo material. Nos divertimos muito. Algumas coisas foram gravadas remotamente, via internet, cad um em seu estúdio. Por exemplo, Paul Pryor gravou as bases de baixo em sua casa, assim como Rob (baterista) e Brett (guitarrista). Eu gravei os vocais em casa e nos reunimos para gravar apenas os backing vocals, beber e colocar as conversas em dia.

03 Como funcionou o processo de composição?

David Saylor: Bem, fizemos o que sempre foi feito quando se trata de material inédito. Brett e eu criamos ideias e as mandamos para Paul, Rob e Nik. Eles, então, acrescentam suas próprias ideias e é essa colaboração que gera a sonoridade típica do Push U.K..

04 O que você pode nos falar sobre as novas canções?

David Saylor: Bem, elas foram gravadas nos últimos 18 meses e trabalhamos todos juntos nelas. Uma das canções, "I Can Fly", foi usada em um filme chamado "Long Shot Louie", dirigido por John Bianco, da série "The Sopranos".

05 Alguma canção favorita entre as novas?

David Saylor: Pessoalmente, gosto muito de "I Believe You", mas é difícil escolher apenas uma (risos).


06 O álbum traz quatro novas canções, mas quantas foram escritas, realmente, para o álbum?


David Saylor: Apenas as quatro.

07 A nova versão do álbum traz demos e versões alternativas. As demos são parte do conjunto de gravações realizado em 1987? Eu confesso que "Stand Up And Fight" é simplesmente maravilhosa...

David Saylor: Obrigado. "Stand Up And Fight" foi grabada duas vezes ao longo dos anos. Ela foi  regravada em 2003 para o álbum do Push U.K., mas nessa nova edição do CD adicionamos a demo original. Todas as outras demos foram gravadas nos anos 80.

08 Qual foi o critério - se é que houve algum - para escolher as demos que seriam incluídas no álbum?

David Saylor: Bem, mandamos todas as demos para Paul Rudland, na gravadora. Ele ouviu tudo e selecionou as que achou serem mais adequadas. Depois, nós ouvimos o que foi selecionado e tomamos a decisão em conjunto. Todas as demos foram re-equalizadas, para que pudessem ter mais punch e consistência.

09 Quantas canções da banda ainda permanecem inéditas? 

David Saylor: Na verdade, todas as melhores foram lançadas (risos). Precisamos compor mais, mas vamos ver como será a vendagem do álbum. Quem sabe, em breve, tenhamos que preparar um novo álbum. Só o tempo poderá dizer...

10 Então há a possibilidade de um novo álbum do Push U.K. no horizonte...

David Saylor: Bem, como eu disse, tudo se resume às vendagens do álbum. Se forem boas, a gravadora pode nos encomendar outro trabalho. Eu estou disposto a escrever novas canções e sei que os caras da banda também estão, então vamos ver o que acontece.

David, muito obrigado pela atenção. Espero ouvir mais material do Push U.K. em breve e lhe desejo ainda mais sucesso. As portas da AORWatchTower estão sempre abertas à você. Rock on...

David Saylor: Muito obrigado, Juliano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Três anos depois de despontar como uma força a ser reconhecida no universo dos bons sons, o Tyketto dava sequência a sua carreira com &q...