segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

ENTRANDO EM FÉRIAS, MAS ANTES DISSO...

Depois de um ano bastante razoável em relação aos bons sons, é chegada a hora das merecidas férias.

Entretanto, há uma série de coisas bacanas que já chegarão até nós ao longo de 2018. E tem de tudo um pouco, desde coisas que nos movem por mera curiosidade (já que algumas bandas/artistas só se viram bem em estúdio) até outras que são bastante aguardadas, sob os mais variados aspectos.

Então vejamos: não há dúvidas que, para os entusiastas do AOR/Melodic Rock contemporâneo, o novo álbum do Find Me é um dos trabalhos mais aguardados do ano. Com todo o material entregue à gravadora desde Outubro último, ainda não há uma data oficial de lançamento, mas é dado como certo que o álbum - ainda sem nome - chegará às lojas ainda no primeiro semestre.

Outro álbum que desperta interesse é o do projeto - também ainda sem nome revelado - que reúne o grande Steve Overland (FM) com Robert Säll e Herman Furin (Work Of Art) e Nalle Påhlsson (Treat/Furion/Vindictiv). O quarteto passou boa parte do segundo semestre de 2017 trabalhando e o resultado deve ser lançado também no primeiro semestre, mas acredito que entre Junho e Julho.

A Sapphire Eyes é outra banda que retornará ao cenário neste ano, com aquele pomposo AOR escandinavo que tanto curtimos. Com as canções prontas, acredito que o álbum chegue até nós ainda no primeiro semestre.

O Whitesnake também trabalha em material inédito, mas não consigo me animar com a banda nos últimos anos. Talvez fosse melhor Coverdale dar um tempo, cuidar do pouco vocal que lhe resta e fazer um retorno mais digno. Enfim, a banda deve ter seu novo trabalho lançado no início do segundo semestre.

Toto vai embarcar em uma tour mundial de 2 anos
para comemorar seus 40 anos de carreira
Já os veteranos do Toto também tem novidades... e das melhores!!! A banda teve toda sua discografia da época em que estavam sob as asas da Columbia Records (são 11 álbuns, no total) cuidadosamente remasterizada, sob a supervisão de Steve Lukather, David Paich e Steve Porcaro. O responsável pela empreitada foi o genial Elliot Scheiner, que disse ter a impressão que "um cobertor foi removido das caixas de som" no que tange os três primeiros trabalhos da banda. Lukather fez questão de enfatizar que as canções (todas elas trabalhadas a partir das masters originais) foram equalizadas corretamente, e não simplesmente comprimidas.

Ainda sobre o Toto, a banda se reúne agora, já no dia 09 de Janeiro, para começar a compor o material de seu próximo álbum, a ser lançado no fim do segundo semestre, em comemoração dos ilustres 40 anos de bons serviços prestados à causa dos bons sons. E no meio de tudo, isso, temos a coletânea "40 Trips Around The Sun", que chegará às lojas no dia 09 de Fevereiro trazendo três novas canções: "Alone" (ouça aqui), "Spanish Sea" (ouça aqui) e "Struck By Lightning".

Também não podemos esquecer de todo o material inédito do grande Brett Walker que deveria ter sido lançado no fim de 2017. A Melodic Rock Records anunciou a empreitada de resgatar todo o material de Walker - incluindo o excelente projeto Person 2 Person -  registrado em cerca de 30 DATs (lembram delas?). Como a coisa ficou no papel e não houve nenhum pronunciamento, aguardamos o possível lançamento desse material em 2018.

O trio W.E.T. também retorna ao cenário em 23 de Março com "Earthrage" e o vídeo para a canção "Watch The Fire" pode ser assistido aqui.

E tem mais: Joe Satriani lança "What Happens Next" no próximo dia 12, enquanto Joe Perry apresenta seu "Sweetzerland Manifesto" no dia 19, mesma data em que os britânicos do Magnum lançam "Lost Road To Eternity". Já no dia 26 chega às lojas "East Coast Live", álbum ao vivo da Delta Deep.

Entrando em Fevereiro, o projeto CoreLeoni lançará "The Greatest Hits - Vol. I" no dia 23, mesma data em que Shiraz Lane (com "Carnival Days") e Unruly Child (com "Unhinged: Live From Milan") também apresentarão novos trabalhos.

E isso é só que me recordo sem meus arquivos em mãos. Aparentemente, 2018 trará muita coisa bacana e as notícias e confirmações de lançamentos futuros não devem demorar a aparecer.

Assim sendo, caríssimas e caríssimos, preparem os cartões porque nossas coleções certamente terão novos títulos adicionados. Ah sim, como colecionador, eu ainda compro aquelas bolachinhas prateadas que chamam de CD.

O funcionamento da casa deve retornar ao seu ritmo normal nas últimas semanas de Janeiro, mas como sempre acontece, caso algo muito relevante aconteça nesse meio tempo, trarei os detalhes.

Grande abraço e até breve...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Um dos grandes nomes do movimento RetroWave (se você curte aquela musicalidade pasteurizada dos anos 80, repleta de baterias eletrônicas ...