quarta-feira, 2 de maio de 2012

MARK SPIRO FALA SOBRE "CARE OF MY SOUL 2"

Eu já disse isso e repito: uma das coisas mais bacanas que a AORWatchTower me proporciona é a oportunidade de poder conversar com alguns dos grandes nomes do cenário AOR/Melodic Rock. E mais que isso, são artistas cujo trabalho eu admiro e que também passei a admirar como pessoas.

E quem me conhece sabe da minha admiração pelo trabalho de Mark Spiro. Não apenas um compositor como poucos, mas também autor de álbuns essenciais na coleção de qualquer sério amante dos bons sons.

Pois na tarde de ontem eu passei um tempo falando conversando com Mr. Spiro e falamos sobre o aguardado "Care Of My Soul 2" (foto), seu próximo álbum que chegará às lojas no dia 18 de Maio próximo, via Sun Hill Productions. O trabalho dá continuidade ao raro "Care Of My Soul", lançado em 1994 e que ganhará relançamento em breve.

Mas antes disso, Mark relembrou o início de sua carreira. Foram declarações muito bacanas de um dos maiores e mais respeitados nomes do universo dos bons sons. E mais que gentilmente, Mark me autorizou a trazer à vocês a íntegra de tudo o que disse.

Acredito que a leitura do texto que segue fará com que você ouça os bons sons de Mark Spiro de maneira diferente. Enjoy...

"Minha carreira tem sido longa, como uma montanha-russa. Em 1980 eu estava estudando artes e trabalhando no ramo de construções em Seattle. Eu percebi que a única coisa boa que sabia fazer era escrever canções e cantá-las. Minha família de cinco irmãos mais velhos não achava que estar no ramo da música era uma carreira relevante. 'Vá para a faculdade e arranje um emprego' era o que eu ouvia. Mas eu nasci um rebelde e uma pessoa que corre riscos. Arrumei minha mala e peguei o pouco dinheiro que tinha e dirigi até L.A.. Não fiz nada lá além de música. Toquei piano em bares e escrevia canções noite e dia. Através de amigos e outras pessoas que conheci ao longo do caminho, consegui tocar em um estúdio para um produtor alemão. E foi assim... ele adorou minhas canções e me contratou. Na verdade, naquela semana ele contratou duas pessoas: eu e Dianne Warren 

Nos quatro anos seguintes tudo o que eu fiz foi escrever letras em inglês para canções disco alemãs, e também arranjar o material. Eu voei para a Alemanha 31 vezes em um ano. Nas sessões de gravação em Los Angeles eu contratava músicos: Dann Huff, Robbie Buchanan, Michael Boddicker, Tim Pierce, Harold Faltermeyer... e foi assim que conheci todas as pessoas com as quais trabalhei e com quem escrevi canções. Em 1985, Harold Faltermeyer me ligou pedindo uma canção para um filme que ele estava musicando... 'Top Gun'. Naquele momento eu não estava mais escrevendo letras em inglês para aquele produtor alemão. E eu tinha canções suficientes e uma pequena - mas boa - reputação como compositor e havia assinado um contrato de publicação com a Screen Gems/EMI. Eu passava o dia escrevendo canções com qualquer um que aparecesse. Eu comprei uma casa ao norte de Hollywood e meu empresário me encaminhava gente com quem escrever canções todos os dias: os caras do Cheap Trick, Lou Graham, Loverboy, Peter Cetera, John Waite, David Lee Roth, Steve Perry, Mr. Big, Jonathan Cain, Neal Schon, Julian Lennon e muitos outros de quem você nunca ouviu falar. Eu tinha muitas canções e, muitas vezes, eu cantava na demo. Tom Whalley ouviu algumas dessas demos e me contratou como artista para a Interscope. Jimmy Iovine tinha planos próprios e começou a enviar artistas para quem eu deveria escrever canções. Depois de escrever 50 canções em um ano, chegeui ao limite. Eu cheguei a processar a Interscope por não terem lançado um álbum. No ano seguintee disse a mim mesmo  CHEGA!'. Vou gravar o álbum no qual acredito, pagarei eu mesmo, farei a promoção sozinho... E passei o ano seguinte compondo e gravando "Care Of My Soul". Até hoje, esse é o único álbum que representa 100%  quem eu sou. Eu amo todos meus outros álbuns, mas eles são compostos por canções que escrevi para outros artistas e bandas.

É fácil perceber que a fama e as luzes brilhantes não estiveram comigo desde o início. Apesar de ser reconhecido como compositor e produtor, a coisa do 'artista solo' nunca aconteceu para mim. Talvez isso tenha acontecido porque preferi minha família e nunca me esforcei o suficiente - ou nunca almejei - ser famoso. Eu fiz uma pequena tour na Austrália onde "Care Of My Soul" fez algum sucesso. Também fiz alguns shows e apresentações em programas de T.V. na Alemanha. Esse tipo de coisa sempre me deixou pouco a vontade. Também fui o vocalista do Giant com Dann Huff por cerca de um mês, mas eu não tinha tempo para me dedicar ao projeto. Obviamente eles não precisavam de mim. Dann saiu-se muito bem!

Então, lá estou eu no Facebook há seis meses quando um cara que eu nem conhecia me procurou dizendo querer relançar "Care Of My Soul". Seu nome é Christer Wedin. Christer era o proprietário da gravadora que lançou a edição original de "Care Of my Soul" na Suécia, a Empire Records. Ele adorava o álbum desde seu lançamento e achava que ele nunca havia tido a notoriedade que merecia. bem, eu concordo! E enquanto conversávamos via internet ele me fez a pergunta perfeita: 'Que tal um 'Care Of My Soul 2''? Obviamente eu adorei a idéia e comecei a gravar. Então, pela segunda vez em muito tempo, gravei as músicas que realmente amo.

Então voltando a 1994, eu tinha escrito alguns sucessos e tinha um pouco de dinheiro. Eu poderia ter facilmente contratado todos os músicos que quisesse. Seção de cordas, acordeonistas, percussionistas, trumpetistas, Tim Pierce, etc... . Agora, em 2012, meu amigo, como mudou o music business! Agora posso tocar tudo em meu estúdio. Um longo caminho foi trilhado até aqui. As canções simplesmente surgiram de mim. Eu gravei 32 canções em seis meses. As onze canções no álbum são as melhores que eu tenho a oferecer. O álbum é sobre a realidade da vida. "Care Of my Soul" falava sobre as fantasias futuras, os sonhos do futuro. "Care Of my Soul 2" tem mais realidade nele, porque me permito sentir tudo o que preciso sentir... e há mais redenção nele também, porque me permito estar em paz com tudo isso.

O tracklist de "Care Of my Soul 2" é o seguinte:

01) A Beautiful Mistake
02) Get Into the Going
03) Love Don't Come Around Here
04) Starlight
05) Miss Her Everywhere
06) Singing You Back To Me
07) Paper Dragons
08) Up In Flames
09) My Greatest Goodbye
10) Everything Is On it's Way
11) Say You Prayers

A cançãp 'Paper Dragons' é sobre meus problemas no munod da música":

'I can't keep fighting Paper Dragons, words dressed up in silk and smoke
I'll put my dreams back in my Wagon, with all the promises you broke
I can't keep fighting Paper Dragons, save all your sparks for someone else
Cause If I kiss you Paper Dragon, I know I'll only burn myself'

'A Beautiful Mistake' retrata minha paz dentro do mundo da música:

'I've already done the rock and roll thing
Been to the top and crashed the whole thing
Gave all my songs to the creeps and show kings
But what a beautiful mistake I made'"

Um comentário:

DEEMON disse...

Mark Spiro sempre foi injustiçado pela midia porém, quem é fã de Aor sempre deu a ele um enorme respeito. Eu gostaria de ver esse cara ao vivo!!!

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...