quarta-feira, 21 de novembro de 2012

SHOW DA BLACK LABEL SOCIETY É CANCELADO EM FORTALEZA E PRODUTORA DIZ QUE NÃO DEVOLVERÁ O DINHEIRO DOS INGRESSOS

Certamente vocês lembram do desastroso Metal Open Air, um autoproclamado "festival" que ganhou repercussão internacional pela safadeza e amadorismo de seus produtores. Pois bem, agora existe um outro problema envolvendo produtores de eventos, e que também promete muita confusão.

O caso é que a Black Label Society (foto) tinha um show agendado para a próxima sexta-feira (23) em Fortaleza, mas a banda cancelou a apresentação alegando que não recebeu o que havia sido contratado com a produtora, seja financeiramente, seja em termos da estrutura prometida para o show.

A nota oficial da banda é a seguinte: "A Black Label Society, banda liderada pelo guitarrista Zakk Wylde, retorna ao Brasil em novembro com a turnê "Order of the Black 2012" em suporte ao seu último trabalho, como já é de conhecimento dos fãs em todo o país.

Através desse comunicado a produtora Top Link Music, que é a responsável pela passagem do grupo em solo brasileiro, pretende informar a quem possa interessar que uma das apresentações desta turnê foi cancelada.

Trata-se do evento que deveria acontecer no dia 23 de novembro a partir das 18h00 na cidade de Fortaleza, na casa de shows Siará Hall.

O produtor local com quem a Top Link Music acordou o pagamento do cachê da banda, vistos, especificações técnicas, questões logísticas imprescindíveis para realização do evento e afins, não cumpriu com seus pagamentos em dia e com as condições técnicas para realização de uma apresentação segura para banda Black Label Society, tornando o evento impossível de acontecer.

A Top Link Music, assegurada pelas cláusulas de seu contrato assinado junto a produtora Awake Media, representada neste ato por seu sócio proprietário Roger Vivekananda, se isenta de quaisquer responsabilidades envolvendo a devolução de ingressos e malefícios gerados aos consumidores pelo cancelamento deste evento.

Lamentamos profundamente que este incidente esteja ocorrendo e reforçamos que nas demais cidades os shows estão 100% confirmados.

Confira abaixo as datas:

20/11 - Porto Alegre (Brasil)
Local: Opinião Bar

21/11 - Belo Horizonte (Brasil)
Local: Music Hall

24/11 - Rio de Janeiro (Brasil)
Local: Vivo Rio

25/11 - São Paulo (Brasil)
Local: HSBC
"

Pois bem, tudo se resume ao estabelecido em contrato entre as partes.

Se o evento não vai acontecer por culpa da Top Link Music, eles são responsáveis, não importando o que diga o contrato.
Alegar que está protegida por cláusulas contratuais não significa nada. Uma cláusula abusiva ou ilegal pode ser anulada isoladamente, ou anular o contrato por completo.

Mas se o evento deixará de acontecer por culpa da produtora local, ela fica responsabilizada por isso. Se a Top Link Music cumpriu com o que deveria, conforme estabelecido no contrato com a produtora local, a última fica responsável pelo restante.

Na verdade, sem que tenhamos acesso ao conteúdo do contrato, fica bastante difícil saber até onde vai a responsabilidade de cada uma das partes.

Seja como for, esperamos o desfecho dessa história, torcendo para que seja muito diferente da picaretagem perpetrada pelo pessoal da Negri Concerts, responsáveis pelo patético Metal Open Air.

Estamos de olho...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...