sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Já é tradição de final de ano aguardar pelo novo álbum dos suecos do Last Autumn's Dream. Os últimos álbuns da banda tem sido sistematicamente lançados no Japão no mês de Dezembro, e em Janeiro no resto do planeta. Dessa vez não foi diferente e "Ten Tangerine Dreams" chegou às lojas japonesas em 19 de Dezembro, mas o álbum será lançado no ocidente apenas no próximo dia 25, através da Bad Reputation. Para quem já conhece algum trabalho anterior da banda de Mikael Erlandsson, o mais recente trabalho dos caras não vai decepcionar, já que não se aventuram muito no que diz respeito à sonoridade de seus álbuns. Mas isso não quer dizer, simplesmente, que podemos esperar um miserável "mais do mesmo", longe disso. O novo trabalho do Last Autumn's Dream merece toda a sua atenção.

O álbum abre com "Picking Up The Pieces", (sim, já que "Ten Tangerine Dreams" é uma introdução de míseros 20 segundos!), um radio friendly AOR que segue a linha clássica do Last Autumn's Dream, onde a melodia é crescente, costurada por teclados discretos e pontuada por guitarras bem colocadas. O refrão é empolgante e fica na cabeça por horas. Belíssima canção logo na largada, e um dos grandes destaques do trabalho. Em seguida temos "2nd Look", rocker que mostra um pouco de peso ao longo dos versos e bridges, mas que mostra sua cara AOR no refrão, inevitavelmente. Me agrada demais a estrutura dessa música, onde destaco os teclados e baixo. O refrão é matador e certamente fará a alegria dos amantes dos bons sons. Outro grande destaque do álbum, assim como "For You", um rocker inofensivo com estrutura pop, mas que tem andamento agradável e sonoridade mais leve, apesar de mostrar sua cara AOR nas bridges (onde backing vocals muito bem postados se apresentam) e refrão, como sempre. Uma agradável surpresa que merece múltiplas audições, pode apostar.

Seguimos com "The Man I Used To Be", rocker que é precedido por uma enganosa introdução lenta. A melodia e música me agradam bastante, já que mantém os elementos característicos do material do Last Autumn's Dream, mas o refrão tem mais brilho, apesar de sua simplicidade. Bela canção que merece volume máximo, assim como a ótima "I Will See You Thru", um radio friendly rocker com tempero pop rock empolgante e de sonoridade bastante básica. Gosto demais da métrica e andamento dessa canção, além das bridges  e do refrão que merece volume máximo. E "When I Found You" se apresenta como a primeira balada do álbum, mas o resultado não me animou muito. Apesar da melodia ser bem bacana, o arranjo é cansativo e o andamento colabora para essa impressão se acentuar ainda mais. Não é um desperdício de espaço no álbum, mas não fede, nem cheira. Damos sequência ao álbum com "Lie To My Heart", um descomunal radio friendly AOR de fazer zumbis comerem salada. Com o baixo na linha de frente, essa canção ganhou uma boa dose de peso, sendo que a base é cortada por guitarras acompanhadas por discretos teclados, tudo culminando em um refrão explosivo e marcante. 

Last Autumn's DreamPåhlsson, Borger, Malecek e Erlandsson
Outro grande destaque do álbum, assim como a empolgante "New York Rain", que também manteve o baixo na linha de frente, com as guitarras sempre presentes. A música é mais que animada, e explode em um refrão mais que cativante. Belíssima canção que merece múltiplas audições. Mais uma bela surpresa surge com "It's Magic", outro radio friendly AOR de respeito, com música e melodia descomplicadas, mas extremamente eficientes. Me agradam demais as bridges e refrão, que funcionam perfeitamente. Eis aqui outro grande destaque do álbum, mas não temos o mesmo desempenho em "Rebel Rouser", cover da canção do Sweet, originalmente lançada em 1974 no álbum "Sweet Fanny Adams". O refrão é bacana, mas a métrica e andamento do resto da canção são chatos e soam redundantes rapidamente. Acho uma pena a banda não usar uma canção inédita como bonus track, já que aponto essa cover como o ponto fraco do álbum. E chegamos ao final do álbum com "My Final Love Song", um mid-pacer caprichado que conta com música e melodia excelentes, ambas envoltas em um arranjo certeiro, cujas bridges e refrão são arrasadoras. Outro grande destaque do álbum e uma belíssima surpresa no final do tracklist.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o novo álbum do Last Autumn's Dream mantém facilmente o padrão de qualidade estabelecido por seus antecessores. Apesar de alguns pontos fracos, o conjunto de canções funciona perfeitamente, destilando o radio friendly AOR que tornou a banda conhecida mundo afora. Se você já conhece os outros álbuns do Last Autumn's Dream, tenha certeza de que "Ten Tangerine Dreams" vai lhe agradar. Como disse anteriormente, não é um simples "mais do mesmo", mas sim um álbum eficiente e de qualidade, como a banda vem consistentemente lançando. Material facilmente recomendado...

LAST AUTUMN'S DREAM - Ten Tangerine Tales
Released on December 19th 2012, on Avalon/Marquee (Japanese Pressing)
Cat. # MICP-11070

Tracklist
01 Ten Tangerine Tales
02 Pickin' Up The Pieces
03 2nd Look
04 For You
05 Preludium – The Man I Used To Be
06 I Will See You Thru
07 When I Found You
08 Lie To My Heart
09 New York Rain
10 It's Magic
11 Rebel Rouser (Bonus Track)
12 My Final Love Song

Lineup
Mikael Erlandsson: vocals, keyboards
Jamie Borger: drums, percussion, acoustic guitars, backing vocals
Andy Malecek: guitars
Nalley Påhlsson: bass, backing vocals

Guest Musicians
Peter Pac Söderström: guitars 
Ulf  Walhberg: additional keyboards
Troy Lehti: intro vocals on "Lie To My Heart" ("En socker bagare")
Fred Lindberg: Cello

Um comentário:

Unknown disse...

Então, no começo achei meio que um "mais do mesmo", mas quando fui escutando mais e mais, mais me agradou o disco até chegar a dizer que para mim, é um dos melhores, se não, o melhor disco de LAD tal vez. Não tem 1 música ruin, chata, se quer. São todas realmente muito boas! Um excelente trabalho!

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...