sexta-feira, 17 de maio de 2013

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Enquanto preparava as canções que integrariam seu descomunal álbum de 1987, Stan Bush recebeu pedido da Scotti Bros. Records - sua gravadora na época - para ceder uma de suas canções inéditas para a trilha sonora do filme "The Wraith". Bush não titubeou e escolheu a matadora "Heart Vs. Head", que acabou sendo lançada em single, ao que me consta, apenas na Alemanha. Com outras duas canções retiradas do mesmo álbum, o single (disponível apenas em vinil) fez grande sucesso no velho continente e promoveu substancialmente o álbum de Mr. Bush. E apesar de breve, o single proporciona uma dose cavalar do melhor AOR "made in the U.S.A." da segunda metade da década de 80.

A primeira canção é a destruidora "Heart Vs. Head", um mid-pacer que conta com uma base pesada de baixo, pontuada por guitarras ocasionais ao longo dos versos e até mesmo no refrão. O andamento é bem característico e a melodia suavemente envolvente, Ainda, os vocais de Mr. Bush conferem um brilho todo especial à canção que conta com um empolgante solo de saxofone, detalhe que me surpreendeu positivamente na época. Considero essa canção um dos grandes momentos na carreira de Stan Bush e sem dúvida alguma, é o grande destaque desse single. Uma canção que merece múltiplas audições no volume máximo, sem a menor moderação.


Na sequência temos uma versão editada de "Love Don't Lie", baladaça clássica que seria regravada pela House Of Lords pouco menos de um ano depois. Mas essa versão original tem o início todo acústico, o que só destaca a qualidade vocal de Mr. Bush. Com teclados mais evidentes e arranjo mais trabalhado, confesso preferir essa versão àquela lançada posteriormente pela banda de James Christian. Enfim, recomendo que vocês ouçam ambas (se é que ainda não conhecem) e tirem suas próprias conclusões, mas é fato que essa canção é outro ponto alto na carreira de Stan Bush.

Stan Bush, circa 1987
Finalmente, o ótimo rocker "Primitive Lover" chega com guitarras na linha de frente, acompanhadas de perto por teclados e baixo bem marcados, tudo culminando em um refrão explosivo e marcante. Me agrada demais as linhas de guitarra e a bateria muito eficiente de Pat Torpey. Essa canção não é nenhuma maravilha e nem tem nada de extraordinária, mas cumpre seu papel de maneira inegável e com muita facilidade. Volume máximo aqui também, por favor.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o single "Hearts Vs. Heads" apresenta brevemente a alta qualidade que Stan Bush possui - até hoje - como intérprete e compositor. Todas as três canções se encontram no álbum "Stan Bush & Barrage", lançado em 1987 e que ganhou uma versão extendida com bonus tracks há cerca de dois anos. Pessoalmente, não acho que todas elas agregam muita ao tracklist e, apesar de ter essa "collector's edition" como foi chamada, me contento com a álbum original. Já o single em vinil é uma raridade, sendo o disco todo azul turquesa e que raramente sai de sua capa. Enfim, caso você inexplicavelmente não tenha esse álbum, corra atrás do seu. Ele ainda é encontrado facilmente em qualquer loja e vale o investimento.

STAN BUSH & BARRAGE - Heart Vs. Head
Released in 1987 via Scotti Bros. Records/ Intercord GmbH
Cat. # INT 127 330

Side I
01 Heart Vs. Head

Side II
01 Love Don't Lie (Edited Version)
02 Primitive Lover

Lineup
Stan Bush: vocals, guitars
Pat Torpey: drums, vocals
Rocket Richotte: guitars
Rick Seratte: keyboards
Mike Seifrit: bass

Guest Musicians
Danny Jacob: guitars
Brian Hitt: percussion
Joel Peskin: saxophone
Joey Bresler: keyboards
Kim Bullard: keyboards
Tim Landers: bass
Tom Walsh: drums

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NOVO ÁLBUM DO THE CIRCLE VEM AÍ

O veterano Jason Bonham Foi isso que o baterista Jason Bonham revelou em recente entrevista concedida ao pessoal da Sonic Perspectives...