sexta-feira, 3 de outubro de 2014

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Com apenas quatro anos de carreira, os britânicos da Vega já despontam como um dos mais importantes nomes da nova geração do melodic rock na terra da rainha. Com sua qualidade atestada por dois ótimos álbuns, a banda se prepara para lançar "Stereo Messiah", seu mais recente trabalho e que mantém o alto nível estabelecido pelos excelentes "Kiss Of Life" e "What The Hell!", lançados em 2010 e 2012, respectivamente. E com a chegada do guitarrista Marcus Thurston, a banda ganhou ainda mais poder de fogo, conferindo mais peso às ótimas canções de "Stereo Messiah", que foi mixado no Canadá por ninguém menos que Harry Hess, do Harem Scarem.

O novo trabalho da Vega é repleto de rockers incríveis, como se pode inferir das excelentes "Stereo Messiah" (assista ao vídeo aqui), "All Or Nothing" (uma das minhas canções preferidas, com teclados brilhantes e um refrão explosivo) e a demolidora "Wherever We Are", dona de um riff contagiante e de um refrão pegajoso ao extremo. Essas três canções já são o bastante para justificar a compra do novo álbum da Vega, mas ainda há mais. Muito mais!!!

Apesar do nome, "Ballad Of The Brokenhearted" é um rocker cavalar, com as guitarras tomando conta da cena quase que por completo, assim como acontece nas arrebatadoras "Gonna Need Some Love Tonight" e "The Fall", sendo que a última traz b-sections arrepiantes e um refrão marcante, pontuado por teclados precisos. Essa é mais uma canção que figura entre as minhas preferidas. Com mais foco nas guitarras, as arrepiantes  "Neon Heart", "With Both Hands" e "10 X Bigger Than Love" (dueto caprichado que conta com a ilustre presença de Joe Elliott) trazem mais peso ao tracklist, mas sem nenhum prejuízo ao aspecto melódico do álbum.

Vega 2014: Tom, Nick, James, Dan e Marcus
E quando você acha que o álbum está sem gás, a frenética "My Anarchy" (com seus teclados em primeiro plano) e a excelente "The Wild, The Weird, The Wonderful" (outra favorita pessoal) despontam com seus refrões cativantes e melodias envolventes, tomando de assalto seus pavilhões auditivos e te fazendo refém dos bons sons. Fechando o álbum temos "Tears Never Dry", uma balada bem bacana, com teclados na linha de frente e guitarras bem postadas, fazendo um contraponto bem interessante.

Em resumo,caríssimas e caríssimos, se você já conhece - e curte - os trabalhos anteriores da Vega, tenha certeza absoluta que "Stereo Messiah" lhe agradará em cheio. Com canções altamente cativantes e transbordando qualidade, a banda mantém sua sonoridade característica, além de trazer o vocalista Nick Workman em plena forma, apresentando interpretações irretocáveis. Isto posto, posso afirmar que "Stereo Messiah" é, sem dúvida alguma, o melhor álbum da Vega até o momento e, certamente, um dos destaques de 2014. Material mais que recomendado...

VEGA - Stereo Messiah
To be released on Oct. 17th, via Frontiers Records
Cat. # FR CD 663

Tracklist
01 Stereo Messiah
02 All Or Nothing
03 Wherever We Are
04 Ballad Of The Broken Hearted
05 Gonna Need Some Love Tonight
06 The Fall
07 Neon Heart
08 With Both Hands
09 10x Bigger Than Love
10 My Anarchy
11 The Wild, The Weird, The Wonderful
12 Tears Never Dry

Lineup
Nick Workman: vocals
Tom Martin: guitars, bass
James Martin: keyboards
Dan Chantrey: drums
Marcus Thurston: guitars

Guest Musicians
Joe Elliott: vocals on "10x Bigger Than Love"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Existem várias bandas por aí que buscam emular os excelentes sons do Toto , mas poucas conseguem resultados satisfatórios, ainda mais qua...