sexta-feira, 31 de outubro de 2014

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Depois de dois anos, os suecos da Crazy Lixx retornam ao cenário com seu primeiro álbum auto-intitulado, e o quinto de sua carreira. Mantendo todas as principais características de sua sonoridade, a banda conseguiu criar aqui uma atmosfera mais agradável e melódica, se compararmos com "Riot Avenue", de 2012. 

Interpretações mais pontuais e refrões mais cativantes colaboram - e muito - para a beleza sonora desse novo álbum, além daqueles backing vocals matadores aos quais já estamos acostumados. Com tanta coisa boa conspirando à favor desse trabalho, não tinha como a coisa dar errado.

Predominantemente rocker, o álbum tem uma certa homogeneidade, o que é sempre bom. E dentro desse cenário posso destacar a empolgante "Hell Raising Women" (assista ao vídeo aqui), as espetaculares "Girl Of The 80's" (uma das melhores canções do álbum) e "I Missed The Mark" e "All Looks, No Hooks". Todas essas canções contam com dois elementos comuns que me agradam demais: melodias envolventes e refrões explosivos, carregados de backing vocals!!! Pessoalmente, vejo essa receita como infalível quando executada com qualidade, e a Crazy Lixx faz dessa maneira. Recomendo múltiplas audições e volume máximo, se possível.

Mas não se pode ignorar "Sound Of The Loud Minority", "Call To Action", "Heroes Are Forever" e "Psycho City", verdadeiros petardos sonoros com mais pegada e um pouco mais de peso, mas mantendo a característica melódica intacta. Uma vez mais, recomendo múltiplas audições e nenhuma moderação no volume.

Crazy Lixx, circa 2014: Edd, Andy, Danny, Joél e Jens
As frenéticas "Ain't No Rest In Rock N' Roll" e "Wrecking Ball Crew" resgatam aquela sonoridade mais agressiva que certamente agradará quem curte mais dinamismo, enquanto "Outlaw" soa deslocada dentro do tracklist, não sendo balada nem mid-pacer, mas uma mistura das duas coisas. Ouça e tire suas próprias conclusões.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o mais recente álbum da Crazy Lixx resgatou minha fé na banda. Confesso não ter gostado muito do trabalho anterior, mas vejo os suecos novamente no caminho que mais me agradou e que remete ao segundo e terceiro álbuns, mais especificamente. Se você, assim como eu, tem aqueles trabalhos como referência, pode apostar de "Crazy Lixx" vai atender suas expectativas, e com sobras. Um ótimo álbum que merece um lugar em sua coleção.

CRAZY LIXX - Crazy Lixx
To be released on November 07th, via Frontiers Records
Cat. # FR CD 670

Tracklist
01 Hell Raising Women
02 Sound Of The Loud Minority
03 Outlaw
04 Girl Of The 80's
05 I Missed The Mark
06 All Looks, No Hooks
07 Ain't No Rest In Rock N' Roll
08 Call To Action
09 Heroes Are Forever
10 Psycho City
11 Wrecking Ball Crew

Lineup
Danny Rexon: vocals
Joél Cirera: drums
Andy Zata: guitars, backing vocals
Jens Sjoholm: bass
Edd Liam: guitars, backing vocals

Guest Musicians
Mats Léven: backing vocals on tracks 1, 2, 4, 6, 8, 9 and 11
Tåve Wanning: backing vocals on tracks 4 and 5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO

Caríssimas e caríssimos Hoje me dirijo à São Paulo para o show dos irlandeses do U2. Com isso, a Recomendação Da Semana não será...