sexta-feira, 27 de março de 2015

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

É impossível acertar sempre, mas é vital saber se recuperar em grande estilo. Dois anos depois do controverso "Triumphant", os suecos do Osukaru retornam com "Transition", álbum que foi alardeado pela banda como sendo um retorno à sonoridade que os tornou conhecidos no universo dos bons sons. Ainda em 2014, tive a oportunidade de ouvir uma série de canções ainda em estágio inicial de criação e já havia curtido. E quando recebi "Transition" na terça-feira, a antecipação em ouvir o resultado final era quase tão grande quanto a inevitável comparação com o trabalho que o precedeu. Depois de suas audições seguidas, somadas a outras duas na quarta-feira e outra enquanto escrevi essa resenha, posso atestar sem medo que "Transition" é o melhor álbum do Osukaru até agora! Com vocais mais consistentes e muito melhor distribuídos, arranjos mais diretos e uma sonoridade mais bem definida, "Transition" cumpre a promessa feita pela banda e retoma o caminho AOR/Melodic Rock com propriedade.

E isso fica mais que evidente em "Arrows" (um dos grandes destaques do álbum, com excelente linha de baixo na linha de frente e guitarras cortantes aliadas à um refrão poderoso), "Strangled Emotions" (com seu núcleo absolutamente radio friendly, esse é outro grande destaque do álbum, ) e "Edge Of A Broken Heart" (clássica sonoridade 80's e com guitarra solo de Janne Stark, do Grand Design), os três rockers são excelentes que dão a tônica do álbum e mostram, desde o início, o quanto a banda evoluiu desde seu último álbum. Múltiplas audições (sem nenhum tipo de moderação) são recomendadas.

"Play" é um rocker instrumental frenético e melódico que contrasta com o peso de "Blinded Eyes" e seu refrão explosivo e estrutura que apresenta elementos do mais tradicional hard rock funcionando junto com teclados progressivos. Esse é outro destaque do álbum e que merece sua total atenção. O baterista Ryan Cole retorna ao papel do DJ Roxy em "FM Rocks 98.5", interlúdio que precede a nova leitura para "Tell Me You'll Stay", originalmente gravada em 2010. Aqui, a canção traz mais peso nas guitarras e também uma interpretação mais agressiva, cortesia de Fredrik Werner. Vale a pena ouvir ambas versões e comparar a extensão das mudanças.

E na reta final do álbum temos a matadora "Out Of Touch" (outro destaque do álbum, com sua base de baixo em primeiro plano e guitarras envolventes), a nova versão para "Mafia Rules" (com mais peso, interpretação mais acertada e solos de Erik Heikne, da Miss Behaviour) e "Promise Land" (outro destaque do álbum, com guitarras e teclados em perfeita harmonia), todos rockers caprichados e que merecem múltiplas audições.

Osukaru: Oz, Cecilia, Fredrik, Vidal
A surpresa fica por conta da releitura para "City Lights", canção originalmente lançada em 2011 e que ganhou uma roupagem absolutamente 70's, entre o funk e a disco!!! Acredite, vale muito a pena conferir essa versão e compará-la com a original. Finalmente, a versão digital terá a regravação de "Change Of Heart" - originalmente lançada em 2010 - como bonus track e uma boa dose de peso foi adicionada ao arranjo que também teve sua estrutura alterada, ficando mais lenta e bem mais envolvente. Outro destaque do álbum, sem dúvida alguma.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, é flagrante o crescimento do Osukaru em "Transition". Tudo o que foi apontado negativamente em "Triumphant" pertence ao passado e a banda cumpriu a promessa de entregar um álbum voltado ao AOR/Melodic Rock. Tudo está na medida certa e as peças encaixam perfeitamente umas nas outras, mas a grande surpresa aqui é a melhora gigantesca de Cecilia Camuii, que evoluiu muito como vocalista e apresenta interpretações mais seguras e consistentes, como o AOR/Melodic Rock exigem. Portanto, se você ainda tem alguma dúvida sobre o potencial do Ouskaru, prepare-se para "Transition"!!! Um belíssimo álbum, com excelentes canções exímia musicalidade. Material que merece figurar em sua coleção, pode apostar...

OSUKARU - Transition
To be released in april, via City Of Light Records
Cat. #COL07

Tracklist
01 Arrows
02 Strangled Emotions
03 Edge Of A Broken Heart
04 Play
05 Blinded Eyes
06 FM Rocks 98.5 (Redux)
07 Tell Me You'll Stay
08 Out Of Touch
09 Mafia Rules
10 Promised Land
11 City Lights (Reimagined) (Bonus Track)
12 Change Of Heart (Reimagined) (Digital Bonus Track)

Lineup
Oz Osukaru: guitars, keyboards, Hammond organ backing vocals
Cecilia Camuii: vocals
Fredrik Werner: vocals, guitars
Vidar Mårtensson: drums, percussion
+
Jens Björk: saxophone
Ryan Cole: drums, percussion

Guest Musicians
Fredrik Svensson: bass on tracks 1,2,5,7
Axel Ryberg: drums on track 1
Malin Täck: additional backing vocals
Signe Johnsson: additional backing vocals
Jules Millis: vocals as the mafia boss on track 9
Erik Heikne: guitar solos on track 9
Janne Stark: harmony guitar solo and guitar solo on track 3

Um comentário:

Rafael Lopes disse...

Esse deve ser bom mesmo! Já gostei do Triumphant!

Postar um comentário

AVISO

Caríssimas e caríssimos Hoje me dirijo à São Paulo para o show dos irlandeses do U2. Com isso, a Recomendação Da Semana não será...