segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O INFERNO ASTRAL DE TOMMY DENANDER CONTINUA

O rechonchudo Tommy Denander
O guitarrista/compositor/produtor sueco Tommy Denander não consegue se livrar das polêmicas que trazem à tona muitas dúvidas a respeito de seu caráter.

No mês passado, muita gente se uniu em questionamento sobre os supostos créditos que Denander afirma ter.Uma discussão acalorada e repleta de informações foi travada com Andrew McNeice, do site MelodicRock.com, que mostrou uma série de inconsistências a respeito de projetos e músicos com quem Denander afirma ter tocado.

Acredito que o conteúdo esteja disponível na página de McNeice no Facebook, que pode ser acessada aqui.

Mas hoje, quem tomou a linha de frente para descer a lenha no sueco foi ninguém menos que Göran Edman, um dos vocalistas mais respeitados no universo dos bons sons.

De acordo com Edman, a confusão se deu quando ele participou do projeto chamado United, idealizado por Denander e que tinha por objetivo ajudar as vítimas do tsunami de 2004. Em 2005, Denander organizou a gravação de um DVD chamado "United: Where's The Fire", cujo single homônimo pode ser assistido aqui.

Contando com uma lista gigantesca de nomes conhecidos e reconhecidos dentro do cenário rocker mundial, o projeto supostamente doaria toda a renda obtida com a venda do material para a Cruz Vermelha da Suécia, que repassaria os fundos para as vítimas do tsunami.

Entretanto, Edman entrou em contato com a Cruz Vermelha e foi informado de que a instituição nunca recebeu um centavo de Denander.

Pior, a Cruz Vermelha nunca autorizou Denander a usar sua marca, nome ou qualquer outro meio de identificação, mas o sueco fez largo uso de todo esse material em rádio, tv e mídias digitais.

Vale a pena conferir o texto na página de Göran Edman, onde pode-se ler a reprodução de um e-mail que ele enviou à Cruz Vermelha sueca. Ainda, é possível ler a lista completa de músicos envolvidos no projeto United.

Vamos aguardar o próximo capítulo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Três anos depois de despontar como uma força a ser reconhecida no universo dos bons sons, o Tyketto dava sequência a sua carreira com &q...