sexta-feira, 1 de julho de 2016

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

O álbum "Brigade" já era um temendo sucesso quando "Stranded" foi lançada como single, mas a balada escrita por Jaime Kyle  e Jeff Harrington serviu para consolidar a alta qualidade do décimo álbum dos veteranos do Heart. Com a banda em plena forma e as irmãs Wilson desempenhando seus papéis de maneira irretocável, não havia como o plano dar errado.

A linda "Stranded" (assista ao vídeo aqui) tem uma base de teclados pontuada por guitarras (elétricas e acústicas) ao longo dos versos, ganhando a companhia do baixo e bateria de maneira mais discreta. As b-sections preparam o ouvinte para o refrão explosivo, onde Nancy Wilson usa cuidadosamente sua voz. O andamento intermitente entre versos e refrão se torna uniforme na segunda parte da canção e mostra que, talvez, seria melhor se tivesse seguido esse modelo desde o começo. Seja como for, "Stranded" é um dos grandes momentos do Heart na década de 80 e merece sua total e absoluta atenção, com múltiplas e barulhentas audições.

"The Will To Love" é uma power ballad escrita por Tom Kelly e Billy Steinberg, responsáveis por vários sucessos no universo dos bons sons, inclusive para o Heart. A introdução com teclados e guitarra se impõe desde o início. A métrica dos versos tem formato bastante tradicional, mas a impecável interpretação de Ann Wilson agrega muita qualidade e energia. O refrão é marcante, bem cortado e ecoa na cabeça por dias. Lamento, apenas, que essa canção tenha ficado de fora do tracklist do álbum "Brigade", apesar de ela aparecer na belíssima edição japonesa em um bonus disc.

Finalmente, "Cruel Tears" - composta pelas irmãs Wilson em conjunto com o grande Mark Spiro - é um rocker demolidor, com base de baixo em primeiro plano, acompanhado por guitarras muito bem colocadas e por teclados ocasionais. O andamento tradicional, a métrica bem montada e a interpretação matadora de Ann Wilson - especialmente no refrão - fazem dessa canção outro grande registro do Heart na década de 80. Entretanto, ela acabou excluída da versão final de "Brigade" e aparace na mesma versão japonesa citada anteriormente. Não recomendo apenas múltiplas audições, mas muita air guitar para acompanhar essa canção.

Heart, circa '90: Howard Leese, Mark Andes,
Denny Carmassi,Ann Wilson e Nancy Wilson
Em resumo, caríssimas e caríssimos, "Stranded" é, sem dúvida alguma, um dos melhores singles do Heart. Em apenas três canções, é possível ter uma clara ideia do momento musical em que a banda se encontrava, se aproximando do fim de seu caminho no cenário AOR (o que ficaria bastante claro no trabalho subsequente, o excelente "Desire Walks On") e seguindo em direção a sons mais orgânicos e pesados. Além disso, as duas canções exclusivas desse single são o maior atrativo, já que a edição japonesa de "Brigade" não é tão facilmente encontrada por aí. Portanto, recomendo veladamente a busca por esse material, que contém doses homeopáticas do melhor radio friendly AOR produzido na terra do Tio Sam no apagar das luzes dos anos 80...

HEART - Stranded CDS
Released in 1990 via Capitol Records
Cat. # C2-15634

Tracklist
01 Stranded
02 The Will To Love
03 Cruel Tears

Lineup
Ann Wilson: vocals, backing vocals
Nancy Wilson: vocals, guitars, keyboards, backing vocals
Howard Leese: guitars, keyboards, backing vocals
Mark Andes: bass, backing vocals
Denny Carmassi: drums

Guest musicians
Richie Zito; additional guitars on "Stranded"
Kim Bullard: keyboards

Nenhum comentário:

Postar um comentário

KEE OF HEARTS LANÇA PRIMEIRO VÍDEO

Arte do álbum de estréia do Kee Of Hearts Um dos projetos mais interessantes do ano - na minha modesta opinião - é o Kee Of Hearts que ...