sexta-feira, 31 de março de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Na quarta-feira a notícia de que a Frontiers Records havia contratado a Magic Dance surpreendeu muita gente porque nem todos haviam ouvido falar no projeto criado e capitaneado pelo americano Jon Siejka. Desde 2013 na ativa, a Magic Dance já tem três EPs e dois álbuns lançados de maneira independente, sendo "Vanishings" o mais recente deles. Com a sonoridade absolutamente voltada para os anos 80, não há muitas surpresas no âmbito geral, mas é inegável que o álbum diverte muito e soa melhor que muita coisa que, pretensiosamente, se anuncia como sendo 80's.

O álbum tem uma aura absolutamente radio friendly em todas as canções, mas essa característica é potencializada nos rockers "When We Were Young" (um dos destaques do álbum), "I Need A Name" (o grande destaque do álbum) e "Love Was Not Enough". Cada uma dessas canções contém doses cavalares de guitarras e teclados bem distribuídos, o que as torna merecedoras de múltiplas audições e o já tradicional volume máximo.

Mantendo o alto nível, os rockers "I Wanna Know" (outro destaque do álbum), "Fighting The Fire" e "Better Than No Hand" contam com melodias envolventes e reforçam a sonoridade oitentista proposta no álbum. Uma vez mais, recomendo múltiplas audições e volume máximo.

Ainda, "Still Hauting Me" (outro destaque do álbum), a power ballad "So Far Away From Home" (mais um destaque) e o mid-pacer instrumental "Lost" (que remete aos momentos mais introspectivos de "Miami Vice") fecham o álbum de maneira precisa, deixando uma sensação de fim de jornada. Múltiplas audições e volume no talo, como sempre.

Jon Siejka, o cérebro pensante por trás da Magic Dance
Em resumo, caríssimas e caríssimos, a Magic Dance é um dos pouquíssimos projetos que, de fato, investe descaradamente na sonoridade 80's, tão prometida e pouco ouvida por aí. Aqui, não há modernismos que descaracterizam a proposta inicial do álbum e essa é a grande sacada não apenas deste álbum, mas de todos os trabalhos de Jon Siejka. Alguns dirão que o álbum soa datado, e essa é a prova de que a orientação musical oitentista se apresenta em estado pleno. E é inequívoca a impressão de estarmos ouvindo uma rilha sonora daqueles filmes adolescentes de trinta e tantos anos atrás.

 A contratação da Magic Dance pela Frontiers Records certamente irá potencializar o alcance de seu trabalho, mas torço para que o mesmo não seja descaracterizado pela imposição de compositores e produtores por parte da gravadora. Enfim, enquanto torcemos pelo melhor há boa quantidade de material da Magic Dance para ser curtido e se você ainda não está familiarizado com ele, "Vanishings" é um excelente início. Material mais que recomendado...

MAGIC DANCE - Vanishings
Released independently on Dec. 22nd, 2016.
Cat. # Not available

Tracklist
01 Another Lost Boy
02 When We Were Young
03 The Mirror
04 I Need A Name
05 Love Was Not Enough
06 I Wanna Know
07 Fighting The Fire
08 Better Than No Hand
09 Still Haunting Me
10 So Far Awa From Home
11 Lost (Bonus Track)

Musicians
Jon Siejka: vocals, keyboards, guitars, programming
Tim Mackey: guitar solos on "Another Lost Boy", "When We Were Young", "I Wanna Know" and "Fighting The Fire"
Kevin Krug: bass

Nenhum comentário:

Postar um comentário

STEPHEN PEARCY DIZ QUE O NOVO ÁLBUM DO RATT SERÁ "MUITO DIFERENTE" DE SEU ANTECESSOR

O veterano Stephen Pearcy, circa 2017 E o antecessor foi "Infestation" , de 2010. Nesse meio tempo, vale lembrar a briga judi...