sexta-feira, 13 de outubro de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Com vasta e comprovada tradição no cenário AOR, o Reino Unido sempre cumpriu seu honorável papel de nos apresentar grandes bandas e artistas e o Dare é um desses exemplos. A banda surgiu na segunda metade da década de 80 e lançou o espetacular "Out Of The Silence" em 1988. Aquele álbum gerou cinco singles (paguei meus pecados até reunir todos eles), todos eles trazendo versões alternativas, estendidas ou -  no melhor dos casos - canções inéditas. Nesse quesito eu destaco "Nothing Is Stronger Than Love", single que traz duas belíssimas canções que facilmente deveriam ter sido incluídas no álbum de estréia da banda.

Se você não está familiarizado com o Dare, saiba que "Nothing Is Stronger Than Love" é, simplesmente, um mid-pacer arrebatador, com andamento clássico e refrão explosivo, impulsionado por backing vocals envolventes. Essa canção pode servir de manual sobre como se fazer mid-pacers, tamanha é sua qualidade e eficácia. Uma verdadeira paulada que merece sua absoluta e irrestrita atenção ao longo de seus 04:31, que devem ter volume máximo e nenhuma restrição.

Passada essa canção, vamos às duas inéditas que o single apresenta.

A primeira é "If Looks Could Kill", um rocker caprichado e mais acelerado, lembrando bastante a clássica "Abandon". Teclados e guitarras sempre bem distribuídos (uma das principais características da banda) preparam o terreno para um refrão envolvente, mesmo sem ter aquele punch que se espera. Ainda assim, é uma grande canção, merecedora de múltiplas audições, volume máximo e todas aquelas coisas que vocês bem conhecem.

"Valentino" é um rocker mais cadenciado onde as guitarras assumem a linha de frente, mas nunca em detrimento total dos teclados, sempre presentes. Me agrada demais a melodia de maneira geral, mas a evolução nas b-sections e o refrão merecem destaque. Mais um grande momento do Dare e que, inexplicavelmente, ficou de fora do tracklist de seu primeiro trabalho.

Dare, circa 1988: Wharton, Burns, Shelley, Cox e Ross
Em resumo, caríssimas e caríssimos, se você é entusiasta daquele AOR pomposo da década de 80, o Dare é uma aposta mais que segura. Tendo absolutamente todos os elementos que compõe o estilo que tanto curtimos, os ingleses desempenharam belo papel na época. Infelizmente, esse AOR foi sendo diluído ao longo dos anos e, com ele, meu interesse pela banda. É fato que os álbuns do Dare sempre tem algo que vale a pena, mas nada que chegue remotamente próximo de seus melhores dias. E os singles da banda valem muito a pena. Acredito que possam ser encontrados em sites como a eBay e, se você resolver investir neles, fica a recomendação de "Nothing Is Stronger Than Love", um single absolutamente obrigatório em sua coleção.

DARE - Nothing Is Stronger Than Love CDS
Released in 1989 via A&M Records 
Cat. #CDEE 493

Tracklist
01 Nothing Is Stronger Than Love (assista ao vídeo aqui)
02 If Looks Could Kill
03 Valentino

Lineup
Darren Wharton: vocals, keyboards
Vinny Burns: guitars
Shelley: bass
James Ross: drums
Brian Cox: keyboards

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Um dos grandes nomes do movimento RetroWave (se você curte aquela musicalidade pasteurizada dos anos 80, repleta de baterias eletrônicas ...