sexta-feira, 3 de agosto de 2018

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Uma das grandes vozes do rock na terra dos cangurus, Daryl Braithwaite já era reconhecido desde a década de 70, quando integrou a banda Sherbet entre 1970 e 1984. Alguns anos e confusões mais tarde, ele retornou ao cenário e embalou em uma bem sucedida carreira solo que se mantém até hoje. Mas foi em 1993 que ele lançou "Barren Ground", canção escrita e originalmente gravada pelo grande Bruce Hornsby quatro anos antes. Promovendo o seu 4º álbum, o single chamou a atenção pela inevitável comparação que acabou gerando com a já conhecida e aclamada versão original.

Pessoalmente, não sou fã de covers, mas me rendo a essa aqui por dois motivos bastante simples: Braithwaite não ousou mexer no arranjo e andamento da canção e sua voz se encaixou perfeitamente ao material. Com uma sólida base de baixo pontuada por guitarras, "Barren Ground" tem melodia envolvente e um refrão marcante que exige vocal potente, uma qualidade que Braithwaite tem de sobra. Vale destacar também as camadas de teclados distribuídas precisamente ao longo da canção. Uma bela versão que merece sua atenção e múltiplas audições, e que vale ser comparada à original.

Em seguida temos "The Other Side", um rocker discreto e muito envolvente, impulsionado pelo baixo em primeiro plano acompanhado por guitarras que surgem ocasionalmente. O andamento simples marcado pela bateria conduz a um refrão moderadamente explosivo, mas marcante o suficiente para que não se fique fisicamente indiferente a ele. Uma excelente canção que é exclusiva desse single, escrita por Braithwaite em parceira com ninguém menos que John Capek e Steve Kipner.

"The Horses" (originalmente escrita por Rickie Lee Jones e Walter Becker em 1989) surge aqui em uma linda e intimista versão acústica. Ao contrário de outras releituras feitas por Braithwaite, essa aqui foi devidamente grava em estúdio, onde ele foi acompanhado apenas por piano e baixo e os vocais ocasionais de Scott Griffiths e Margaret Urlich . Nesse formato, a canção ganhou mais profundidade e, logicamente, uma aura mais envolvente. Outro grande momento que merece sua irrestrita atenção.

Daryl Braithwaite, circa 1994
Em resumo, caríssimas e caríssimos, esse single pode lhe servir de cartão de visitas do grande Daryl Braithwaite. A minha predileção pelo rock australiano não é segredo e Braithwaite permanece como um dos artistas que mais curto no rico cenário do rock dos cangurus. Ainda, a escolha de uma canção já conhecida como single promocional sempre me parece estratégia arriscada, mas Braithwaite entrega uma performance irretocável e que, de alguma forma, torna própria a canção. Um single excelente e que retrata uma das grandes vozes australianas ainda em atividade, e que merece um lugar em sua coleção...

DARYL BRAITHWAITE - Barren Ground CDS
Released in 1994 via Columbia
Cat. #COL 660106 2

Tracklist
01 Barren Ground (assista ao vídeo aqui)
02 The Other Side
03 The Horses (Acoustic)

Musicians
Daryl Braithwaite: vocals, 
Stuart Fraser: guitars, bass
Scott Griffiths: piano, keyboards
Simon Hussey: keyboards, additional drums, drum machine
John Watson: drums, percussion
John Corniola: aditional drums
Margaret Urlich: backing vocals

Nenhum comentário:

Postar um comentário

STEVE PERRY FALA SOBRE SUA SAÍDA DO JOURNEY

Steve Perry com Jonathan Cain e Neal Schon: o trio remanescente do Journey, circa 1986 Em uma de suas três entrevistas concedidas ontem...