sexta-feira, 21 de setembro de 2018

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

No universo dos bons sons, o FM é uma referência desde meados da década de 80. Já o Work Of Art é um dos nomes mais relevantes do AOR contemporâneo. Já o projeto Grounbreaker reúne o legendário vocalista Steve Overland com o talentoso guitarrista Robert Säll, os dois elementos centrais em suas respectivas bandas e sinônimo de qualidade, cada qual em sua função. O anúncio do projeto gerou uma grande expectativa, dados os nomes envolvidos e, principalmente, a vertente AOR que Overland e Säll tão bem praticam em suas respectivas bandas, sempre com qualidade abundante. E o projeto que os inclui não é exceção.

O álbum tem uma coleção de rockers imponentes e muito bem construídos, como se percebe na empolgante "Over My Shoulder" e nas envolventes "Will It Make You Love Me" e "Eighteen 'til I Die". Um ponto comum a todas as três canções é o refrão, sempre explosivo e grudento, exatamente do jeito que deve ser. Já "Only Time Will Tell" merece atenção, mas não tem o impacto das canções anteriores. Ouçam e tirem suas próprias conclusões.

Enquanto isso, "Tonight" surge como um mid-pacer espetacular, com sonoridade clássica e aquele refrão que arrepia, ao passo que "Standing Up For Love" traz um pouco mais de peso - graças às guitarras na linha de frente - mas sem nenhum prejuízo ao aspecto melódico. Já "Something Worth Fighting For" é a única balada do álbum, com um arranjo bem cuidado e andamento tradicional, além de um refrão marcante. Inclusive, essa característica se faz também presente em "The Sound Of A Broken Heart", um rocker arrasador, com camadas de teclados cercadas por guitarras bem distribuídas no arranjo.

Ainda temos  a brilhante "The First Time" (rocker maravilhoso, com versos comedidos que conduzem a um refrão massacrante), a frenética "The Days Of Our Lives" e a descomunal "The Way It Goes", com seus teclados pomposos em primeiro plano e seu refrão marcante. Fechando o álbum temos a versão acústica para "Something Worth Fighting For", que realça ainda mais os poderosos vocais de Mr. Overland, mas uma canção inédita cairia melhor, sem dúvida alguma.

Grounbreaker: Påhlsson, Säll, Overland e Furin
Em resumo, caríssimos e caríssimas, esse álbum de estréia do Groundbreaker merece o selo "AOR De Terno", já que é muito bem cortado e elegante. Sem exageros e executado à perfeição, o álbum é consistente como poucos e tem direção musical muito bem definida. Overland e Säll desempenham suas funções com maestria (como sempre), assim como Påhlsson e Furin, que desfilam talento e qualidade na cozinha da banda. De maneira geral, esse álbum me soa mais como Robert Säll no FM do que Steve Overland no Work Of Art, mas seja como for, a qualidade transborda em doses cavalares de um dos melhores álbuns de AOR contemporâneo que 2018 apresentou. Sem dúvida alguma, esse trabalho merece um lugar na sua coleção...

GROUNDBREAKER - Groundbreaker 
Released on Sept. 05th 2018, via King Record Co. Ltd. (Japanese Pressing)
Cat. #KICP 1937

Tracklist
01 Over My Shoulder (assista ao vídeo aqui)
02 Will It Make You Love Me (assista ao vídeo aqui)
03 Eighteen 'til I Die
04 Only Tme Will Tell
05 Tonight
06 Standing Up For Love
07 Something Worth Fighting For (assista ao vídeo aqui)
08 The Sound Of A Broken Heart
09 The First Time
10 The Days Of Our Lives
11 The Way It Goes
12 Something Worth Fighting For (Acoustic Version)

Lineup
Steve Overland: vocals
Robert Säll: guitars
Nalle Påhlsson: bass
Herman Furin: drums

With Alessandro Del Vecchio: keyboards

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Os suecos da Care Of Night debutaram no universo dos bons sons há cinco anos, com um E.P. autointitulado que chamou a atenção dos amante...