sexta-feira, 30 de agosto de 2013

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Há cerca de duas semanas postei aqui matéria sobre o álbum da Theander Experssion, projeto do guitarrista sueco Andrée Theander e que chamou a atenção de vários leitores. Theander é um compositor de mão cheia e cercou-se de ótimos músicos para se lançar no mercado, como o veterano Göran Edman e o baterista Herman Furin, que presta bons serviços à Work Of Art. Ainda, vale destacar o ótimo Christian Hedgren, vocalista que caprichou em suas interpretações e ganha merecido destaque. Com uma sonoridade absolutamente voltada ao bom e velho AOR, "Strange Nostalgia" aparece como uma belíssima surpresa no segundo semestre e deve agradar em cheio quem curte os bons sons.

O álbum abre com "Conception Of Life", um ótimo rocker absolutamente radio friendly e focado em guitarras bem colocadas dentro de um arranjo relativamente simples. Com métrica bem calculada e andamento certeiro, essa canção conta com bridges crescentes e empolgantes que culminam em um refrão marcante, entoado pelos excelentes vocais de Christian Hedgren. Um dos destaques do álbum e canção perfeita para aqueles dias de sol, assim como o envolvente rocker "Strange Nostalgia", que apresenta uma base de baixo e teclados bastante discretos, cercados por guitarras uniformemente distribuídas. O arranjo funciona bem, da mesma maneira que a métrica e andamento. As bridges são excelentes e o refrão é marcante, mesmo sem ter aquele 'punch' esperado. Mais um destaque do álbum, da mesma maneira que "Insanity Cell", mid-pacer envolvente que conta com uma sólida base de baixo e teclados, permeada por guitarras que permanecem mais discretas até o refrão, quando se revelam bastante presentes. O arranjo é muito bacana e o refrão explosivo confere força dentro de uma canção poderosamente delicada. Outra grande interpretação de Mr. Hedgren e, também, outro destaque do álbum. E "Like A Chameleon" é um mid-pacer ainda mais cadenciado e que traz os sempre precisos vocais de Göran Edman.  O arranjo é ótimo e apresenta guitarras e teclados dividindo atenções, além de guitarras acústicas ao longo dos versos. O refrão é arrepiante e mostra não ser necessário gritar para transmitir emoção, coisa que Mr. Edman faz como poucos. Belíssima canção e outro grande momento do álbum que merece volume máximo e air guitars, se possível for.

Seguimos com "Sanguine", radio friendly rocker muito bacana, centrado em guitarras e teclados e que lembra muito os melhores momentos do Work Of Art, mas com os precisos vocais de Mr. Edman. Os já citados teclados e guitarra aparecem em uníssono boa parte do tempo, mas com seus momentos próprios bem reservados. Com arranjo eficiente e andamento mais dinâmico, essa canção conta com bridges explosivas e um refrão arrepiante, qualidade que fazem dela outro grande momento do álbum. Já "Feelings Of Luxury" é uma excelente balada com approach westcoast muito bacana. Com baixo em primeiro plano, essa canção tem um ar intimista, sensação reforçada pelo excelente arranjo. A interpretação de Mr. Edman é simplesmente destruidora e isso fica mais claro no refrão, capaz de fazer jorrar lágrimas de mel dos olhos de Cérbero, o cão que guarda as portas do reino de Hades na mitologia grega. Um dos grandes destaques do álbum e uma das canções mais bacanas que ouvi nesse ano. Mas "Mr. Know-It-All" retoma o caminho radio friendly AOR com propriedade, trazendo os vocais de Mr. Hedgren dentro de uma linha de baixo pulsante acompanhada por discretíssimos teclados e permeada por guitarras muito bem postadas. O andamento segue uma linha mais tradicional que favorece o destaque às bridges e ao refrão marcante e grudento, como deve ser. Outra ótima canção que merece volume máximo e janelas abertas. Em "Mastepiece In The Dark" temos o encontro do AOR com o westcoast que o Toto fazia tão bem, com baixo e piano provendo a base por onde as guitarras - sempre bem distribuídas - desfilam acompanhadas pela bateria que destila um shuffle que traz à memória o grande Jeff Porcaro. Arranjo elegante, andamento bem cadenciado, métrica envolvente e uma interpretação caprichada certamente agradarão os amantes do westcoast.

O guitarrista sueco Andrée Theander
E na reta final do álbum temos "Meet Me Here Tonight", um  emocionante mid-pacer que conta com guitarras acústicas, backing vocals muito bem postados ao longo dos versos e um refrão de arrepiar, qualidades que fazem dessa canção mais um grande destaque do álbum. E "Champagne Wishes And Caviar Dreams" resgata o westcoast em grande estilo, com sua linha de baixo em primeiro plano e guitarras e teclados acompanhando na medida certa. O arranjo é muito bacana, com andamento tradicional e refrão crescente muito bem construído. Uma ótima canção para encerrar esse trabalho.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, Andrée Theander deixa uma excelente primeira  impressão com "Strange Nostalgia" por vários motivos. O conjunto de canções é excelente, passando do AOR ao westcoast com facilidade. Ainda, a escolha dos vocalistas não poderia ter sido mais acertada: Göran Edman mostra - uma vez mais - porque é um dos grandes nomes do universo dos bons sons, e Christian Hedger desempenha sua função com perfeição, revelando versatilidade, força e muito talento. Não tenham dúvidas que o álbum de estréia da The Theander Expression é um dos melhores trabalhos de 2013. Facilmente recomendado...

THE THEANDER EXPRESSION - Strange Nostalgia
To be released on Sept. 20th via Avenue Of Allies
Cat. # Avenue 1306 0054

Tracklist
01 Conception Of Life
02 Strange Nostalgia
03 Insanity Cell
04 Like A Chameleon
05 Sanguine
06 Feelings Of Luxury
07 Mr. Know-It-All
08 Masterpiece In The Dark
09 Meet Me There Tonight
10 Champagne Wishes And Caviar Dreams

Musicians
Andrée Theander: guitars, backing vocals
Christian Hedgren: vocals
Göran Edman: vocals, backing vocals
Michael Ottosson: keyboards
Linus Abrahamson: bass
Herman Furin: drums, percussion
Peter Gardemar: violin, viola
Philip Magnusson: backing vocals
Elin Akesson: backing vocals
Ylva Nilsson: cello

2 comentários:

Titelma disse...

Excelente palavras, imagino que seja um grande disco mesmo.

Heri disse...

Na expectativa para ouvir o album!!!

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...