terça-feira, 8 de outubro de 2013

AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE "NO MORE HELL TO PAY", O NOVO ÁLBUM DO STRYPER

Novo álbum do Stryper é um dos melhores da banda
Com lançamento marcado para 01 de Novembro, "No More Hell To Pay" é o oitavo álbum de material inédito do Stryper, banda que está na ativa desde 1984 e que nos últimos anos vem resgatando o prestígio que tinha na década de 80, apoiada em belos trabalhos e shows perfeitos.

E confesso que não esperava muita coisa além do que havia ouvido em "The Covering" e "The Second Coming", (os dois mais recentes álbuns da banda, lançados em 2011 e 2013, respectivamente) mas é com prazer que confesso ter sido surpreendido muito positivamente.

Produzido pelo vocalista Michael Sweet, o excelente "No More Hell To Pay" mostra o Stryper em plena forma em um álbum perfeitamente equilibrado e recheado de grandes canções.

Tome por exemplo "Revelation", "No More Hell To Pay" e "Jesus Is Just Alright", todos rockers arrasadores com guitarras em primeiro plano, bateria e baixo sempre pesados e refrões explosivos. Com um approach mais pesado temos "Marching Into Battle" (muito bacana) e com a mesma pegada melódica das primeiras canções o álbum ainda nos oferece as ótimas "Te Amo", "Sticks And Stones", "Water Into Wine" (cuja introdução é monstruosa) e "Sympathy".

"The One" é a canção mais lenta do álbum, mas não sei se pode ser classificada como uma balada. Seja como for, essa canção merece destaque pela perfeita mistura de peso e melodia que se revela - de maneira mais expressiva - no refrão caprichado.

Não tenho medo de apontar "No More Hell To Pay" como um dos melhores álbuns de 2013 e, sem a menor sombra de dúvida, o coloco entre os melhores álbuns do Stryper.

Álbum obrigatório...

Um comentário:

Daniel Punisher disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...