sexta-feira, 1 de setembro de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Há três anos, o projeto 7HY (ou Seven Hard Years, se preferir) surgia no universo dos bons sons, capitaneado pelo multi-instrumentista Alan Kelly (ex-Shy) e pelo vocalista Shawn Pelata. Seu álbum de estréia foi muito bem recebido, assim como o segundo álbum, lançado em 2016. Agora, a dupla retorna à cena com "For The Record", álbum em que mantém a mesma fórmula e estrutura melódica que marcaram seus álbuns anteriores, mas agora, as guitarras ganharam ainda mais destaque - enquanto os teclados foram relegados à segundo plano quase que totalmente - conferindo uma sonoridade mais agressiva e calculadamente despojada às composições, que são cercadas por uma aura mais moderna, mas não em detrimento do aspecto melódico.

O álbum é predominantemente rocker, com canções arrasadoras como a excelente "Never Say Goodbye", a envolvente "Nothing Hurts Me Like You" e a frenética "Uprising", todas merecedoras de múltiplas audições e volume máximo.

Na sequência temos a soturna e pesada "Be Who We Want",seguida pela explosiva "Can't Let You Go" e pela impactante "That Song", compondo um trio de canções bastante diverso entre si, mas igualmente cativante e, dessa maneira, sendo merecedor de sua total e irrestrita atenção.

Com teclados mais evidentes, "Strangers Again" é um mid-pacer envolvente, ao contrário de "We Can Be Strong", um rocker dinâmico e empolgante que abre caminho para o excelente "I'm Gonna Be You", um rocker potente que se impõe com propriedade, assim como a cadenciada "What Love Can Make Me Do" e "What Is The World?", uma power ballad introspectiva e envolvente que merece - assim como as outras canções previamente citadas - múltiplas audições em nenhuma moderação.

7HY, circa 2017: Alan Kelly e Shawn Pelata
Em resumo, caríssimas e caríssimos, "For The Record" traz o 7HY em um formato mais despojado, mas com a mesma qualidade de sempre. A sonoridade do álbum é mais crua e menos requintada, além de contar com com uma aura mais moderna e inegavelmente mais pesada, fator evidenciado pelas guitarras que foram favorecidas em todos os arranjos. E digo mais, a diversidade trazida pela dupla Kelly/Pelata só ratifica o talento de ambos, mostrando não apenas versatilidade, mas principalmente, a capacidade de trazer um álbum musicalmente diverso de seus predecessores, mas portador das mesmas qualidades melódicas dos mesmos e igualmente coeso em relação ao tracklist. Se "For The Record" não é um trabalho inovador, também não pode ser classificado de redundante. E me agrada muito o fato da produção ser calculadamente mais despojada. Se os excessos na produção da maioria dos álbuns de melodic rock contemporâneos lhe irrita, o novo trabalho do 7HY deverá lhe agradar em cheio. Sem dúvida, um álbum mais que recomendado...

7HY - For The Record
Released on Aug. 31st 2017, via Lions Pride Music
Cat. # not available

Tracklist
01 Never Say Goodbye
02 Burning Rain
03 Nothing Hurts Me Like You
04 Uprising
05 Be Who We Want
06 Can't Let You Go
07 That Song
08 Strangers Again
09 We Can Be Strong
10 I'm Gonna Be You
11 What Love Can Make Me Do
12 What Is The World?

Lineup
Shawn Pelata: vocals, backing vocals
Alan Kelly: guitars, keyboards, bass, drums, backing vocals
Denny Beardsley: guitars
Eliot Kelly: rhythm guitars
Andrew Chick: additional rhythm guitars

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...