sexta-feira, 2 de março de 2018

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Uma das maiores vantagens em se ter uma coleção grande e abrangente seja, de tempos em tempos, redescobrir material que há muito estava intocado em meio a tantos outros álbuns e singles e EPs e afins. Além disso, coleções muito grandes costumam ser abrangentes - ou, ao menos, relativamente - e sempre há alguma coisa que não é muito o estilo do colecionador, mas que por algum motivo (normalmente documental) figura entre as suas aquisições. Pessoalmente, uma das bandas que se encaixa nessa descrição é o W.A.S.P., de quem nunca fui fã, mas que reconheço a qualidade de uma série de canções da banda.

E um dos singles que mais me agradam na vasta discografia dos caras é "Hold On To My Heart", lançado em 1992 e que tem muito valor não apenas pela faixa-título, mas também pelas outras três canções que compõe o tracklist. Se você é um dos muitos que não curtem o som do W.A.S.P. ou que, ao menos, não conhece esse single, prepare-se para uma grande surpresa.

"Hold On To My Heart" é a clássica power ballad, contendo absolutamente todos os elementos que esse tipo de canção deve ter: a melodia envolvente, o refrão marcante, os backing vocals cuidadosamente colocados e guitarras bem distribuídas (se houver uma acústica para contrastar com a elétrica, ainda melhor). Uma das coisas que mais me agradam nessa canção é a progressão vocal, especialmente na segunda parte do refrão. Tenho esta como uma das baladas mais bacanas da década de 90 e, certamente, um ponto alto na discografia do W.A.S.P., mesmo com o mimimi dos fãs mais xiitas da banda, que logicamente, preferem os trabalhos mais pesados. Seja como for, essa canção é merecedora das já tradicionais múltiplas audições e volume máximo...

Em seguida temos "When The Levee Breaks", cover do Led Zeppelin e originalmente lançado em 1971. Não sou chegado em covers mas confesso que este aqui me agrada o suficiente para não passá-lo direto. Essa canção não fazia parte do clássico álbum "The Crimson Idol", mas foi incluída no bonus disc da reedição de 1998 e merece sua atenção e volume máximo, com toda certeza.

Blackie Lawless, a mente criativa do W.A.S.P. no set
de gravação do vídeo para "Hold On To My Heart"
Na sequência temos uma linda versão acústica para "The Idol" em respeitáveis 04:35, ao contrário dos apoteóticos 08:40 da versão original. E encerrando a sessão, a matadora versão acústica para "Hold On To My Heart" chega com uma sonoridade mais intimista (como não poderia deixar de ser), mas mantendo toda a aura da versão original. Ambas as versões permaneceram exclusivas deste single até 1998, quando "The Crimson Idol" foi relançado. 

Em resumo, caríssimas e caríssimos, "Hold On To My Heart" soa como tantas outras power ballads que o universo dos bons sons conhece, mas se levarmos em conta a discografia do W.A.S.P., ela destoa no melhor dos sentidos. Perfeitamente construída e irretocavelmente executada, essa canção é uma das mais conhecidas da banda e não é por acaso, já que teve ampla e insistente execução nas rádios gringas e também na MTV, na época em que era, de fato, a Music Television. Um grande momento farofa do W.A.S.P. que chega amplamente recomendado.

W.A.S.P. - Hold On To My Heart CDS
Released in 1992 via Parlophone
Cat. #7243 8 80225 2 1

Tracklist
01 Hold On To My Heart (assista ao vídeo aqui)
02 When The Levee Breaks
03 The Idol (Acoustic Live Version)
04 Hold On To My Heart (Acoustic Live Version)

Musicians
Blackie Lawless: vocals, guitars, acoustic guitars, bass, keyboards
Bob Kulick: guitars on track 1
Frankie Banali: drums on track 1
Stet Howland: drums on tracks 2/3/4
Johnny Rod: bass on tracks 3/4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

No universo dos bons sons, o FM é uma referência desde meados da década de 80. Já o Work Of Art é um dos nomes mais relevantes do AOR c...