sexta-feira, 26 de abril de 2019

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Três anos desde o chatérrimo "Purple Album" e apenas alguns meses desde a chegada da espetacular  boxset "Unzipped... The Love Songs", eis que os veteranos da Whitesnake retornam ao cenário com "Flesh & Blood", álbum que traz uma arte vergonhosamente pobre e já repetida algumas vezes pela banda. Mas 11 anos depois do primeiro trabalho dos ingleses nos anos 2000, a nova incarnação da banda rende bastante e mantém a consistência e qualidade do material ao que nos acostumamos não ao longo dos anos, mas especialmente nesse novo período de atividade da Whitesnake.

O álbum tem rockers bem interessantes, como "Good To See You Again", "Gonna Be Alright" (um dos destaques do álbum), a envolvente "Hey You (You Make Me Rock)" - com seus backing vocals à la Def Leppard -  e a divertida "Always & Forever" (outro destaque) embalam a primeira parte do álbum sem nenhum problema.

O mid-pacer - e destaque do álbum - "When I Think Of You (Color Me Blue)" tem todas as características desse tipo de canção escrita por Coverdale, enquanto "Trouble Is Your Middle Name" é um rocker bacana, mas fico com a cadência e backing vocals "Leppardianos" da ótima "Flesh & Blood" (outro destaque) e com o equilíbrio entre peso e melodia da ótima "Well I Never", outro destaque do álbum.

Na reta final, a baladaça "Heart Of Stone" faz bonito com um clima soturno, enquanto a frenética "Get Up" (e seus backing vocals brilhantes) resgatam o caminho rocker com propriedade, ao contrário da linda balada acústica "After All" (outro destaque). Já com mais uma boa dose de peso e melodia, o rocker "Sands Of Time" fecha o álbum em alta nota.

Whitesnake, circa 2019: Hoekstra, Devin, Coverdale,
Beach, Aldridge e Luppi
Em resumo, caríssimas e caríssimos, confesso que eu esperava menos desse álbum. Nem as cascatas de efeitos nas trilhas vocais de David Coverdale me fizeram virar a cara para "Flesh & Blood", que se revela um belo trabalho e que vai crescendo a cada nova audição. E entre todo o belo trabalho da banda, não há como ignorar o monstruoso Tommy Aldridge, fazendo miséria e batendo com classe na Whitesnake desde 1987 quase que ininterruptamente. Assim sendo, recomendo "Flesh & Blood" sem medo, mas saliento que você talvez precise de mais de uma audição para ouvir tudo o que o álbum tem a oferecer. E acredite, não é pouco...

WHITESNAKE - Flesh & Blood
To be released on May 10th, via Frontiers Records
Cat. #FR CD 950

Tracklist
01 Good To See You Again
02 Gonna Be Alright
03 Shut Up & Kiss Me 
04 Hey You (You Make Me Rock)
05 Always & Forever 
06 When I Think Of You (Color Me Blue)
07 Trouble Is Your Middle Name 
08 Flesh & Blood 
09 Well I Never 
10 Heart Of Stone
11 Get Up 
12 After All 
13 Sands Of Time 

Lineup
David Coverdale: vocals
Reb Beach. guitars
Joel Hoekstra: guitars
Tommy Aldridge: drums
Michael Devin: bass
Michelle Luppi: keyboards

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...