sexta-feira, 24 de agosto de 2012

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

As irmãs Sarah e Melissa Fontaine já eram nomes conhecidos no cenário indie na França, já que sempre estavam tocando na noite parisiense. Quando tiveram a oportunidade de conhecer o produtor e compositor Frédéric Slama (do projeto AOR), as duas viram uma chance de alçar voos mais altos. E a estratégia deu certo! Slama se impressionou com o talento das duas e juntou-se a elas para produzir "Outside Heaven", belíssimo álbum que apresenta um AOR bem contemporâneo, envolto em uma aura Westcoast que só agrega brilho ao material que, por si só, já é excelente.  Com seus contatos, Slama reuniu um absurdo time de músicos para colaborar no álbum, e o resultado foi devastador!!!

O álbum com "I Can't Love No More", rocker que traz uma base de piano que muito lembra o Toto. A melodia é crescente , pontuada por guitarras bem posicionadas e teclados bastante discretos, mas que se fazem notar ao longo da canção que conta com um refrão caprichado. Na sequência temos "No Margin For Error", rocker muito bacana, rico em guitarras e com andamento mais dinâmico, e que havia sido gravado anteriormente por Joey Summer no excelente álbum "One Bite From Paradise". Me agrada muito o andamento dessa canção - que conta com backing vocals de Philip Bardowell - e, especialmente o refrão marcante, cheio de energia. Um dos destaques do álbum, assim como "The Price To Pay", rocker bem trabalhado e que conta com os ilustres vocais de Göran Edman. Andamento e métrica perfeitas se unem a um refrão empolgante, fazendo dessa canção mais um destaque do álbum, perfeito para ser ouvido com as janelas abertas em um dia de sol. Com uma pegada mais 'guitar driven' temos "When The Darkness Falls", um excelente rocker cuja melodia é uma das melhores desse trabalho. O andamento e métrica são irretocáveis e o refrão é explosivo, marcante!!! Outro grande destaque do álbum, com toda certeza, da mesma maneira que "Voices In The Wind", mid-pacer que conta com os luuxuosos vocais de Dane Donohue. A melodia é suave, amarrada por guitarras bem dispostas ao longo da canção, e que são acompanhadas por um um discreto baixo em segundo plano. Gosto muito da construção do refrão, especialmente da harmonia vocal naquele momento. Outra belíssima canção que merece sua atenção em múltiplas audições.

Seguimos com "Above Suspicion", outro rocker de qualidade e que traz Göran Edman nos vocais. As guitarras dividem o primeiro plano com teclados discretamente posicionados, e isso confere uma certa suavidade à melodia. O arranjo é excelente e os vocais são perfeitos, tudo convergindo para um refrão arrepiante. Mais um grande momento do álbum, assim como "Outside Heaven", um poderoso radio friendly AOR construído com guitarras em destaque, mas sempre acompanhadas por teclados em segundo plano. O arranjo é bem bacana e a melodia é bastante agradável, além de contar com um refrão marcante e com estrutura imprevisível. Outro rocker interessante é "Hold Back The Dawn", que conta com os vocais de Jerry Hludzik. Me agrada bastante a melodia de maneira geral, mas confesso que a direção do refrão deixou a desejar, na minha opinião. Com guitarras bem distribuídas e arranjo caprichado, é uma pena que o refrão não pareça estar a altura do resto da canção. Mas ouça e tire suas próprias conclusões. Outro mid-pacer muito bacana se apresenta em "No One's Gonna Hurt Me Anymore", canção já gravada pelo projeto AOR em mais de uma ocasião, mas que ganha nova vida com os vocais das irmãs Fontaine. Gostei bastante das guitarras e teclados mais bem postados nessa nova versão, e por isso aponto essa canção como mais um grande momento do álbum e que merece múltiplas audições, assim como a totalmente excelente "A Hole In Paradise", mid-pacer que conta com os vocais de Philip Bardowell. Gosto demais do baixo pulsante, dos teclados em destaque e das guitarras em segundo plano. O arranjo vocal é ótimo e a melodia é envolvente, culminando em um refrão marcante, perfeito. Talvez, essa canção seja o grande destaque do álbum. Ouça com cuidado e tire suas conclusões...

Na reta final do álbum temos a ótima "You're My Obsession", outra canção previamente gravada pelo projeto AOR e que ganha novo fôlego com os vocais das irmãs Fontaine. O resultado é bacana e deve agradar quem curtiu as versões anteriores dessa canção. Já em "Cease Fire" quem empresta seu talento é o brasileiro Joey Summer, com suas guitarras bem colocadas nesse rocker que poderia ter mais pegada. Me agrada bastante a melodia e andamento, mas parece faltar energia em uma das canções mais bacanas do álbum. E finalmente temos "Just Wanna Be Your Heroin", rocker despretencioso e bem trabalhado, que não arrisca muita coisa e, por isso mesmo, não erra. Guitarras aos montes e teclados calculadamente esparramados pela canção dão conta do recado sem muito brilho, mas se encaixando no cenário geral do tracklist.

Emr esumo, caríssimas e caríssimos, esse álbum de estréia da Chasing Violets é muito recomendado para quem curte AOR temeprado com uma generosa dose de westcoast, e isso se faz sentir especialmente nos arranjos das canções. Não é uma crítica, longe disso, mas apenas uma constatção. Os arranjos e melodias são todos bem trabalhados e revelam o mesmo brilho westocoast que se percebe nos álbuns do projeto AOR. Por ser apenas o primeiro álbum das irmãs Fontaine, eu realmente torço para que, em um próximo trabalho, elas sejam vocalmente mais exigidas, conferindo assim mais energia em suas canções, já que é óbvio que voz para tanto elas tem de sobra. Seja como for, esse é um belíssimo álbum e que merece um lugar em sua coleção. Eu recomendo sem medo...

CHASING VIOLETS - Outside Heaven
Released on August 07th 2012, via Perris Records
Cat.#8794055

Tracklist

01 I Can't Love No More
02 No Margin For Error
03 The Price To Pay (With 
Göran Edman)
04 When The Darkness Falls
05 Voices In The Wind (With Dane Donohue)
06 Above Suspicion
(With Göran Edman)
07 Outside Heaven
08 Hold Back The Dawn
09 No One's Gonna Hurt Me Anymore
10 A Hole In Paradise (With
Philip Bardowell)
11 You're My Obsession
12 Cease Fire
13 Just Wanna Be Your Heroin


Musicians
Sarah Fontaine: vocals
Melissa Fontaine:
vocals
Guest lead vocalists:
Göran Edman, Philip Bardowell, Dane Donohue, Jerry Hludzik
Guitars:
Robert Säll, Bruce Gaitsch, Joey Summer, Stefano Lionetti, Tommy Denander, Michael Landau, Frédéric Slama, Mario Percudani, Paul Sabu, Tim Manford, David Mark Peace, Daniel Fontaine, Christian Tolle
Bass:
Urban Danielsson, Tommy Denander, Anna Portalupi, Paul Sabu
Keyboards:
Robert Säll, Alessandro Del Vecchio, David Diggs, Tommy Denander, Paul Sabu, Frédéric Slama, Eric Ragno, Joey Summer, Christian Tolle, Morris Adrianens
Drums:
Mike Baird, Herman Furin, Pierpaolo "Zorro" Monti, Tommy Denander, Alessandro Del Vecchio, Paul Sabu, Sacha Spiegel, Miri Miettinen, Pat Thern
Backing vocals:
Philip Bardowell, John Barbour, Paul Sabu, Rick Riso, Joey Summer, Morris Adrianens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JOE PERRY CANCELA SHOWS EM 2018

O veterano Joe Perry, circa 2018 Depois do mal estar que o levou às pressas ao hospital, o legendário Joe Perry cancelou todos os show...