segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

CLÁSSICO "PYROMANIA" COMPLETA TRINTA ANOS

Arte do clássico "Pyromania"
Ontem um dos álbuns mais emblemáticos na discografia do Def Leppard completou três décadas de seu lançamento: o clássico "Pyromania" chegava às lojas em 20 de Janeiro de 1983 com a banda passado por uma séria transição.

O guitarrista Pete Willis havia gravado metade de suas partes para o álbum quando foi demitido da banda por causa de seu descontrole com a bebida. Seu substituto foi Phil Collen, responsável por todos os solos no álbum, além de outras partes que ainda faltavam ser gravadas.

Mas o álbum - o segundo trabalho com o legendário produtor Robert John "Mutt" Lange - foi muito bem recebido pelos fãs e ganhou execução pesada nas rádios. Entretanto, muitos fãs acusaram (e ainda acusam) a banda de "ter se vendido", um conceito bastante dúbio e que, no mínimo, desperta uma discussão acerca da expressão. Mas o fato é que a MTV recebeu muito bem os vídeos de "Photograph", "Foolin'" e "Rock Of Ages". O sucesso do álbum é inquestionável.

Em 08 de Junho de 2008, "Pyromania" ganhou uma reedição caprichada e que trazia um disco bônus com o histórico show que o Def Leppard fez em 11 de Setembro de 1983, no L.A. Forum. Infelizmente, o show foi bastante editado e é bem diverso da versão transmitida nas rádios.

Singles de "Photograph" e "Rock Of Ages"
Sobre o aniversário do álbum, o vocalista Joe Elliott disse: "Uau...eu não posso acreditar que fazem 30 anos que 'Pyromania' foi lançado! Foi um trabalho apaixonante (mal sabíamos que, em comparação com 'Hysteria', foi uma moleza gravá-lo). Múltiplos estúdios em Londres, um guitarrista, saindo, um guitarrista chegando, equipamentos que não funcionavan, fitas ficando transparentes de tanto rebobiná-las e avançá-las para múltiplos overdubs, mas encontramos nossa sonoridade com a ajuda do grande produtor Mutt Lange, a nova tecnologia do estúdio que alegremente abraçamos (ao contrário de muitos de nossos colegas) e o incrível entusiasmo de 'gravar o álbum que ninguém inda havia gravado'. Se conseguimos ou não, isso não importa, mas sim que fizemos o álbum que NÓS queríamos ter feito, e que estava em nossas veias haviam seis anos!!! Finalmente, nós soávamos como tanto queríamos!!!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...