sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Desde sua recente e triunfal volta ao universo dos bons sons, a Romeo's Daughter revigorou o interesse dos amantes dos bons sons em seu catálogo, mais especificamente, nos singles que lançou entre 1988 e 1992. E conversando ontem com alguns leitores, me foi perguntado sobre a verdadeira existência do single de "I Cry Myself To Sleep At Night", single que não só existe, como é um dos melhores da banda.

A primeira canção é, logicamente, "I Cry Myself To Sleep At Night" (assista ao vídeo aqui), mid-pacer caprichado que conta com uma pesada linha de baixo e teclados, pontuada por guitarras ocasionais ao longo dos versos, mas onipresente nas bridges e refrão, que é contagiante. O andamento e métrica são perfeitos, o que faz essa canção figurar entre os grandes destaques da banda em sua discografia. Essa canção traz a assinatura do guitarrista Craig Joiner e do baterista Andy Wells, além do lendário produtor Robert John "Mutt" Lange, o que por si só já serve como selo de qualidade. Volume máximo, janelas abertas e múltiplas audições, por favor...

Seguimos com "Don't Look Back", um AOR descomunal que já havia sido incluído no single de "Heaven In The Backseat", cujo review foi publicado em 28 de Outubro de 2011, e que você pode ler aqui. Com uma base pesada de baixo em primeiro plano, pontuada por teclados e guitarras, é inexplicável como essa canção ficou de fora do primeiro álbum da banda. O andamento, arranjo, métrica e melodia são absurdamente perfeitos, assim como o refrão cativante e a interpretação magistral da grande Leigh Matty. Considero essa canção como o grande destaque desse single, e também a aponto como um dos melhores trabalhos da Romeo's Daughter. Simplesmente, uma canção monstruosa que traz as assinaturas de Craig Joiner, Andy Mitman, Leigh Matty e do grande John Parr, que juntamente com Mutt Lange, produziu todo o primeiro trabalho da banda.

Em seguida temos "Don't Break My Heart" (assista ao vídeo aqui) em uma "extended version" rara de ser encontrada em CD. Essa foi a primeira canção que eu ouvi da banda, e é apontada por muitos fãs como o grande clássico de sua discografia. A base de guitarra pontuada por teclados é perfeita, e o andamento é o mais tradicional possível. Me agrada demais o arranjo e melodia dessa canção, além do refrão marcante e memorável, que fica ecoando na cabeça por dias. Aponto facilmente essa canção como mais um dos grandes momentos da banda.

Romeo's Daughter: Matty, Mitman, Poole, Wells e Joiner
A última canção desse single é a "extended version" para "I Cry Myself To Sleep At Night", versão que não apresenta grandes novidades e que, pessoalmente, eu preferia que tivesse sido substituída por outra canção inédita. Enfim, não se pode ganhar todas...

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o single de "I Cry Myself To Sleep At Night" é obrigatório na coleção de qualquer fã não apenas da Romeo's Daughter, mas também daqueles que, como eu, são entusiastas do excelente AOR "Made In The U.K." ao longo da década de 80. Não posso afirmar que esse single seja difícil de encontrar, e por isso mesmo, recomendo uma busca pela internet. Caso você o encontre, saque o cartão de crédito e acredite: o investimento é mais que recomendado!!!

ROMEO'S DAUGHTER - I Cry Myself To Sleep At Night CDS
Released in 1989 via Jive Records
Cat. #JIVE CD 247

Tracklist
01 I Cry Myself To Sleep At Night
02 Don't Look Back
03 Don't Break My Heart (Extended Version)
04 I Cry Myself To Sleep At Night (Extended Version)

Lineup
Leigh Matty: vocals
Craig Joiner: guitars, backing vocals

Tony Mitman: keyboards, backing vocals
Andy Wells: drums, backing vocals
Ed Poole: bass 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...