sexta-feira, 10 de julho de 2015

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

A lista que me faz não gostar de covers é curta, mas consistente. É muito difícil eu concordar que uma versão, no mínimo, se iguale a gravação original. Enquanto produzia um álbum de covers de uma banda, o guitarrista e vocalista Andy Taylor foi surpreendido quando o projeto foi sumariamente cancelado. Mas o guitarrista se interessou pela ideia e convenceu a A&M Records de que poderia fazer algo semelhante. A gravadora concordou e o excelente álbum "Dangerous" foi gravado.

Mas antes de seu lançamento, dois singles foram lançados e foi com muita desconfiança e um certo arrependimento antecipado que comprei "Stone Cold Sober", clássico gravado por Rod Stewart em 1975. Felizmente, neste caso, minha surpresa foi absoluta e hoje considero esta a melhor releitura que a canção já ganhou.

O que difere a regravação de "Stone Cold Sober" (assista ao vídeo aqui) da sua versão original é a atitude. Andy Taylor não apenas colocou as guitarras na linha de frente de maneira mais evidente, mas também conferiu uma boa dose de peso à elas. Sem mexer na métrica, arranjo ou qualquer outro elemento estrutural, a canção se manteve bastante fiel ao material já conhecido, mas também vale ressaltar como os vocais de Taylor se encaixaram perfeitamente nesse estilo. Uma verdadeira pancada sonora que merece múltiplas audições no volume máximo.

Em seguida temos "Suffragette City", um dos clássicos de David Bowie, originalmente gravado em 1972. Como as guitarras já tinham destaque, restou a Taylor incendiar o material com notas levemente mais altas e pesadas. E seus vocais "gritados", acompanhados por uma linha de baixo mais saliente resultaram em uma versão explosiva e muito bacana, que merece as tradicionais múltiplas audições e nenhuma moderação.

Andy Taylor, circa 1990
Finalmente, a ótima "Winner With You" (originalmente gravada por Jess Roden em 1976) ganhou um baixo ainda mais evidente, mas manteve as guitarras malemolentes e os backing vocals envolventes da versão original. Essa versão pouco difere daquela gravada em 1976, mas todo o cuidado com a releitura não impediu que Taylor imprimisse seu toque pessoal. Mais uma belíssima canção que surpreende pela qualidade velada em todos os aspectos.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, "Stone Cold Sober" é um single bastante interessante, especialmente se você é conhecedor das versões originais das canções regravadas. A comparação entre as originais e o trabalho de Andy Taylor exalta, de maneira precisa, a riqueza e diversidade musicais de uma época absurdamente criativa. 

Para os menos puristas e mais interessados em aprender alguma coisa, o single de "Stone Cold Sober"  é material mais que recomendado...


ANDY TAYLOR - Stone Cold Sober CDS
Released in 1990 via A&M Records
Cat. #AMCD710

Tracklist
01 Stone Cold Sober
02 Suffragette City (Non-album track)
03 Winner With You (Non-album track)

Musicians
Andy Taylor: vocals, lead and rhythm guitars
Matthew Ashman: rhythm guitars
Cass Lewis: bass
David Palmer: drums
Toby Chapman: piano, organ
Louis Jardine: percussion
Maggie Ryder: backing vocals
Susie O'List: backing vocals

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO

Caríssimas e caríssimos Hoje me dirijo à São Paulo para o show dos irlandeses do U2. Com isso, a Recomendação Da Semana não será...