sexta-feira, 15 de julho de 2016

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Se você visita a casa há algum tempo, já sabe da minha tara por bandas australianas e isso faz com que algumas delas apareçam por aqui de vez em quando. Hoje, é um desses dias e a bola da vez é o Noiseworks, uma das mais bacanas e consistentes bandas que a terra dos cangurus já produziu. Com uma discografia curtíssima e singles muito bacanas, os australianos deixaram sua marca no cenário rocker entre meados da década de 80 e o início dos anos 90. E um dos singles mais bacanas dos caras é "Simple Man", uma das canções mais conhecidas da banda e que contém todos os elementos que definem a sonoridade do Noiseworks.

Com uma base acústica acompanhada de perto por guitarras elétricas, "Simple Man" (assista ao vídeo aqui) é um rocker bem cadenciado, impulsionado por uma linha de baixo bastante evidente. Gosto muito da métrica e do andamento dessa canção, além do refrão matador. E não há como falar dessa canção sem mencionar a interpretação arrebatadora de Jon Stevens, um vocalista simplesmente excepcional. Recomendo múltiplas audições no volume máximo e com as janelas abertas.

"Letter" é um rocker menos dinâmico e que conta com teclados discretos criando uma base suave, pontuada por guitarras e envolvida pelo baixo. Uma vez mais, métrica e andamento dos versos é perfeita e culmina em um refrão explosivo que se torna ainda mais potente graças aos marcantes vocais de Mr. Stevens. Essa canção é exclusiva do single e é merecedora de sua total atenção ao longo de múltiplas e barulhentas audições.

A ótima "Love Somebody" (assista a versão ao vivo aqui) é um rocker onde os teclados ganham mais destaques, mas sem tomar espaço do trio guitarras/baixo/bateria. O andamento no melhor estilo bate estaca ao longo dos versos fica mais dinâmico no refrão arrasador que, como se sabe, ganha muito mais volume e carga com a interpretação sempre impecável de Mr. Stevens. Uma vez mais, múltiplas audições e nenhuma recomendação são recomendadas.

Noiseworks, circa 1989: Stanley, Balbi, Stevens, Nicol e Fraser
Finalmente, a clássica e descomunal "No Lies" (assista ao vídeo aqui) chega com sua base envolvente de baixo e bateria envoltos em teclados onipresentes e precisamente cortados por guitarras e seus riffs muito bem distribuídos. O arranjo é simples, mas extremamente eficaz. É fisicamente impossível ficar indiferente à essa canção que merece múltiplas, barulhentas e insistentes audições.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, "Simple Man" é um daqueles singles que extrapola a ideia inicial de promover a faixa título, já que traz uma belíssima canção inédita, além de dois clássicos da banda. Não bastasse isso, Jon Stevens dá um show de interpretação em cada uma das faixas e mostra um pouco de seu assombroso poder vocal, enquanto acompanhado por uma banda afiada e extremamente competente. Se você curte aussie rock deve estar familiarizado com os espetaculares sons do Noiseworks, mas se não é o caso, eis um belo início para corrigir essa situação...

NOISEWORKS - Simple Man CDS
Released in 1989 via Epic Records U.K.
Cat. #65485 2

Tracklist
01 Simple Man
02 Letter
03 Love Somebody
04 No Lies

Lineup
Jon Stevens: vocals
Stuart Fraser: guitars, vocals
Justin Stanley: keyboards, vocals
Steve Balbi: bass, vocals
Kevin Nicol: drums

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Três anos depois de despontar como uma força a ser reconhecida no universo dos bons sons, o Tyketto dava sequência a sua carreira com &q...