sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Desde seu anúncio, poucos projetos me animaram tanto quanto o Tokyo Motor Fist. Uma banda que reúne Ted Poley (uma das mais reconhecidas vozes do universo AOR/Melodic Rock e eterno frontman do Danger Danger) e o excelente Steve Brown (uma das mentes responsáveis pelo sucesso do Trixter) já nasce com grande responsabilidade em mãos. À eles junte o baixista Greg Smith (que já tocou com Alice Cooper e Ted Nugent, entre outros) e o ótimo baterista Chuck Burgi (que tem no currículo trabalhos com Rainbow e Joe Lynn Turner, entre vários outros) e você começa a se convencer de que a empreitada dará resultado.

Mas se você espera uma mistura entre Danger Danger e Trixter, devo avisá-lo: é exatamente isso que você encontrará nesse álbum!!! Cada miserável centavo investido na aquisição do álbum do Tokyo Motor Fist traz retorno imediato, pode acreditar.

Dizer que o álbum é repleto de rockers empolgantes é óbvio demais, se levarmos em conta as influências oriundas das bandas onde Poley e Brown atuam. Mas farei o papel de Capitão Óbvio apontando como destaques "Pickin' Up The Pieces", "Love Me Insane", "Shameless" e "Black And Blue", todos rockers explosivos, impulsionados por guitarras em primeiro plano e vocais avassaladores. Múltiplas audições, volume máximo e que os deuses protejam seus vizinhos...

As canções acima foram suficientes para me convencer a comprar o álbum, mas ainda tinha mais para me animar!!! A diversão continua com a presença da frenética "You're My Revolution" e também da ótima "Put Me To Shame", além da imponente "Done To Me" e da emocionante "Get You Off My Mind". Todas as três canções são facilmente apontadas como destaques do álbum e também merecedoras daquele já conhecido volume máximo e das múltiplas audições.

Tokyo Motor Fist: Smith, Poley, Brown e Burgi
Mas tem mais!!! A tocante "Love" (outro destaque do álbum) é um mid-pacer que certamente trará arrepios à mais fria das criaturas tão linda é sua melodia, fato que também se apresenta em "Don't Let Me Go", uma balada emocionante com arranjo caprichado. Fechamos o caixão com "Fallin' Apart", rocker explosivo e contagiante que também está entre os destaques do álbum, sendo assim merecedor de... ah, você já sabe.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, não resta a menor dúvida de que a estréia do Tokyo Motor Fist é um dos pontos altos desse ano. Não receio errar quando digo que esse álbum será referência de comparação para muita coisa que ainda está por vir e ainda digo que não será fácil se igualar a esse trabalho. A sonoridade situada entre os melhores e mais brilhantes momentos do Danger Danger e Trixter funciona à perfeição em cada canção, graças as performances inspiradas de Steve Brown e de um Ted Poley surpreendentemente em forma. E que esse seja apenas o primeiro de muitos álbuns a ser lançados pela dupla Poley/Brown. Se nesse início de ano você só tiver grana para comprar um álbum, que seja este aqui. Um álbum simplesmente obrigatório na sua coleção...

TOKYO MOTOR FIST - Tokyo Motor Fist
To be released on Feb. 24th, via Frontiers Records
Cat. # FR CD 775

Tracklist
01 Pickin' Up The Pieces
02 Love Me Insane
03 Shameless
04 Love
05 Black And Blue
06 You're My Revolution
07 Don't Let Me Go
08 Put Me To Shame
09 Done To Me
10 Get You Off My Mind
11 Fallin' Apart

Lineup
Ted Poley: vocals
Steve Brown: guitars, vocals
Greg Smith: bass
Chuck Burgi: drums

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO

Caríssimas e caríssimos Hoje me dirijo à São Paulo para o show dos irlandeses do U2. Com isso, a Recomendação Da Semana não será...