quarta-feira, 5 de abril de 2017

TOMMY DENANDER E SUA VALIOSA CONTRIBUIÇÃO NO NOVO ÁLBUM DO DEEP PURPLE

Ian Gillan, Tommy Denander e Roger Glover
O produtor e guitarrista sueco Tommy Denander é nome bastante conhecido no cenário musical, tendo participado de vários álbuns e projetos ao longo de sua carreira.

Mas sua nova "participação" veio em "Infinite", o novo trabalho dos veteranos do Deep Purple.

O próprio Denander conta: "Bob Ezrin entrou em contato comigo e pediu que eu aproveitasse a folga da banda em Estocolmo, pois não tinham muito tempo entre as tours para finalizar o trabalho. Registramos vocais e partes de teclado, mas faltava um acorde de guitarra na música 'Top Of The World'. Bob disse para eu mesmo fazer. Fui até meu estúdio, peguei o instrumento, emulei o estilo de Steve e fiz três takes. Durou menos de um minuto. Fiz milhares de sessões, mas nada pode ser mais legal ou divertido que um acorde em um álbum do Deep Purple. Minha participação aparece logo após a parte falada, ao final da canção".

Pois é, mas vale lembrar a papagaiada em que Denander se envolveu há cerca de dois anos, quando ele foi publicamente questionado por Andrew McNeice - da MelodicRock.com - sobre essas tais "participações". O australiano afirmava, categoricamente, que Denander não havia feito nada em muitos dos trabalhos em que se dizia estar presente e/ou que sua colaboração havia sido mínima e não suficiente para que constasse como sendo, de fato, uma colaboração.

Clicando aqui você pode se inteirar dessa confusão toda, lendo um extenso texto postado em 02 de Julho de 2015, no fórum da MelodicRock. O conteúdo foi postado pelo próprio McNeice e é a resposta de Denander às acusações que lhe foram impostas não apenas por McNeice, mas também por outras pessoas, todas identificadas ao longo do texto.

Prepare-se, porque é bastante divertido e igualmente vergonhoso.

Mais recentemente foi Göran Edman quem apontou o dedo para Denander, quando o acusou de ter criado um esquema mentiroso usando o nome da Cruz Vermelha sueca. Se você não conhece essa história - ou não lembra dela - clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Três anos depois de despontar como uma força a ser reconhecida no universo dos bons sons, o Tyketto dava sequência a sua carreira com &q...