sexta-feira, 25 de agosto de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

No último dia 20, comemoramos o 27º aniversário do "Sahara", um dos mais consistentes álbuns na longa discografia da House Of Lords. Com a ingrata tarefa de suplantar seu trabalho de estréia - lançado dois anos antes e com excelente aceitação de público e crítica, a banda trazia um tal Doug Aldrich nas guitarras (não creditado oficialmente porque, na época, ele ainda era integrante da Hurricane) e uma vasta e distinta lista de convidados que desfilaram seus talentos em um conjunto de dez canções arrebatadoras. O resultado, entretanto, foi um álbum que levou anos para ter seu valor reconhecido.

O desfile de rockers começa com propriedade, tendo a envolvente "Shoot" e a maiúscula "Chains Of Love" como carros-chefe, seguidas de perto pela frenética "Heart On The Line" (escrita por Rick Nielsen, do Cheap Trick, e regravada pela banda no ano passado). Um trio de destaques do álbum e todos merecedores de múltiplas audições no volume máximo.

Em seguida temos a demolidora "Laydown, Staydown", a explosiva "Sahara" e a arrebatadora "American Babylon" como dignas representantes da sonoridade clássica da House Of Lords, além de serem facilmente apontadas como destaques do álbum e, assim sendo, também merecedoras das múltiplas audições sem nenhuma moderação e com volume máximo.

E também há "Can't Find My Way Home", clássico do Blind Faith (originalmente gravado em 1969) que ganhou uma versão carregada de peso na medida exata, conferindo mais volume a um conjunto já acima da média. Além de tudo isso, "Remember My Name" desponta como uma demolidora power ballad em formato clássico, com guitarras, teclados e refrão arrepiantes, aliados a uma interpretação irretocável do sempre preciso James Christian.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o excelente "Sahara" consolidou a House Of Lords dentro do cenário hard rock do início da década de 90 como uma banda a ser respeitada. Se cumpriu a missão de suplantar seu predecessor ou não, bem, isso é bastante discutível, mas não se pode dizer que o álbum é inferior de maneira alguma. Ainda, vale lembrar que a produção desse álbum (comandada pelo finado Andy Johns em conjunto com Gene Simmons e Gregg Giuffria) é muito superior ao do álbum de estréia da banda (curiosamente, também capitaneada pelo trio). 

House Of Lords, circa 1990: Giuffria,  Guy,
Christian, Mary e Wright
Pessoalmente, considero este um dos mais consistentes álbuns da House Of Lords sob qualquer ângulo e não há como negar que o time de convidados agregou ainda mais brilho a um material cuidadosamente elaborado. Mas é fato que esse álbum não fez muito barulho à época de seu lançamento, mas sua importância e relevância passaram a ser reconhecidas ao longo dos anos quando comparado não apenas com outros álbuns da House Of Lords, mas também com outros trabalhos lançados na época e também dentro do cenário hard rock como um todo. Se é possível que você ainda não conheça essa preciosidade, "Sahara" é um álbum mais que recomendado e que, sem dúvida alguma, merece um lugar em sua coleção.

HOUSE OF LORDS - Sahara
Released on Aug. 21st 1990, via BMG Music (Japan)
Cat. #BVCP-23

Tracklist
01 Shoot
02 Chains Of Love
03 Can't Find My Way Home (assista ao vídeo aqui)
04 Heart On The Line
05 Laydown, Staydown
06 Sahara
07 It Ain't Love
08 Remember My Name (assista ao vídeo aqui)
09 American Babylon
10 Kiss Of Fire

Lineup
James Christian: vocals, additional guitars
Gregg Giuffria: keyboards, backing vocals
Doug Aldrich: guitars (uncredited)
Michael Guy: guitars (solo on "Laydown, Staydown" and "American Babylon")
Chuck Wright: bass, backing vocals
Ken Mary: drums, percussion, backing vocals

Guest musicians
Rick Nielsen: lead guitar and backing vocals on "Heart On The Line"
Chris Impellitteri: intro guitar solo on "Sahara"
Mandy Meyer: guitars
Mike Tramp: backing vocals
Robin Zander: backing vocals on "Heart On The Line"
David Glen Eisley: backing vocals
Steve Plunkett: backing vocals
Ron Keel: backing vocals
Steve Isham: backing vocals
S.S. Priest: backing vocals
Billy Dior: backing vocals
Robbie Snow: backing vocals
Cheri Martin: backing vocals
Melony Barnet: backing vocals
Bruce Flohr: backing vocals
David Sluts: backing vocals
Shannon Wolak: backing vocals
Margie Rist: backing vocals
Erin Perry: backing vocals
Kimberly Gold: backing vocals
Aina Olson: backing vocals
Breta Troyer: backing vocals

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Um dos grandes nomes do movimento RetroWave (se você curte aquela musicalidade pasteurizada dos anos 80, repleta de baterias eletrônicas ...