sexta-feira, 22 de setembro de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA


Não há como falar de AOR sem mencionar Robin Beck, um dos nomes mais conhecidos e respeitados do universo dos bons sons. Com uma sólida carreira que abrange mais de três décadas, Beck é conhecida não apenas pelo vocal potente, mas também pelas interpretações arrasadoras que são características de seus trabalhos mais clássicos, mas também registradas em álbuns mais recentes. A sonoridade não é a mesma - e nem deveria ser - mas a qualidade do material gravado é indiscutível. 

E essa qualidade se encontra abundante em "Love Is Coming", o mais novo álbum de Robin Beck e seu primeiro em quatro anos. Este trabalho contou com a ilustre colaboração de ninguém menos que Clif Magness (outro grande nome do universo AOR e que dispensa maiores apresentações), além do veterano Tommy Denander e também do grande James Christian. Com grandes músicos, ótimas canções e uma vocalista acima da média, o resultado final não poderia ser nada além de espetacular.

Como é de se esperar, o álbum vem carregado com rockers avassaladores e sempre com uma aura radio friendly, como  se percebe na poderosa "Island" (um dos destaques do álbum), na empolgante "On The Bright Side" (outro grande destaque) e na explosiva "Love Is Coming", todas trazendo uma sonoridade moderna, mas sem abusos. Todas as três canções merecem múltiplas audições e volume máximo, pode acreditar.


Outras doses cavalares de bons sons são ministradas nas ótimas "Me Just Being Me" (outro destaque do álbum e que me remete aos melhores momentos de Sass Jordan), "Lost" e na surpreendente "Crave The Touch" (outro destaque), além da infernal "Girl Like Me" (o grande destaque do álbum, sem dúvida alguma). Todas essas canções são merecedoras de múltiplas audições e volume máximo, como de costume. E prepare-se para belas surpresas...

A grande Robin Beck, circa 2017
Mas o álbum também traz momentos mais introspectivos, como nas baladas "In These Eyes" e "Here I Am" (ambas destaques do álbum) e nos mid-pacers "On To Something" e "Warrior", essa última facilmente apontada como o segundo grande destaque do álbum. Volume máximo, múltiplas audições e nenhuma moderação são recomendadas.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, "Love Is Coming" vem para ratificar a já conhecida qualidade de Robin Beck como intérprete. Além disso, o álbum estabelece, de maneira definitiva, a direção mais contemporânea que seus trabalhos vêm seguindo nos últimos anos. A colaboração com Clif Magness (que produziu o álbum juntamente com James Christian) agrega muito valor ao novo álbum, com canções muito bem construídas e que só poderiam ter sido interpretadas por alguém como Robin Beck, Não há dúvidas de que "Love Is Coming" surpreenderá alguns e cativará outros tantos, mas seja como for, a versatilidade, competência e excelência vocal de Robin Beck  - cujo site oficial pode ser acessado aqui - são absolutamente indiscutíveis. Em uma época em que tanto se fala em inovar e reinventar, Ms. Beck mostra como se faz. "Love Is Coming" é absolutamente obrigatório...

ROBIN BECK - Love Is Coming
To be released on Oct. 13th, on Frontiers Records
Cat. #FR CD 818

Tracklist
01 Island (ouça aqui)
02 On The Bright Side
03 In These Eyes
04 Love Is Coming (assista ao vídeo aqui)
05 Me Just Being Me
06 On To Something
07 Lost
08 Crave The Touch
09 If You Only Knew
10 Here I Am
11 Girl Like Me
12 Warrior

Musicians
Clif Magness: all instruments
Tommy Denander: guitar solo on "Love Is Coming" and rhythm guitars on "On The Brightside"
John Huldt: guitar solo on "Crave The Touch"
James Christian: intro keys, percussion on "Crave The Touch"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

STEVE PERRY FALA SOBRE SUA SAÍDA DO JOURNEY

Steve Perry com Jonathan Cain e Neal Schon: o trio remanescente do Journey, circa 1986 Em uma de suas três entrevistas concedidas ontem...