segunda-feira, 21 de maio de 2018

JONATHAN CAIN FALA SOBRE O FUTURO DO JOURNEY, STEVE PERRY E ATÉ BAD ENGLISH

Jonathan Cain, circa 2018
Em recente entrevista concedida à rádio Q103, o veterano Jonathan Cain respondeu uma série de perguntas bastante interessantes sobre Journey, tours e Bad English.

Cain foi perguntado sobre a tour conjunta com o Def Leppard, e respondeu: "Eles estão no auge da forma agora. Eu assisti alguns shows recentes no Youtube e eles estão fantásticos. Eles escrevem grandes canções e a tour será um tributo a como as grandes canções devem ser".

Quando perguntado sobre como é fazer uma tour com o Journey atualmente, Cain disse: "É uma honra. Temos 75 pessoas trabalhando muito para nós. Fica tudo pronto e nós só temos que aparecer lá, temos uma bela equipe que faz todo o trabalho pesado e isso torna as coisas muito fáceis. E a tecnologia é espetacular - os PA's são melhores, os pontos eletrônicos são uma bênção, as arenas tem som melhor, ficamos em bons hotéis, temos um avião. É bom. Ficamos longe de casa mas temos que levantar nossas âncoras...".

E não há como falar sobre o Journey sem mencionar a rusga entre Cain e Neal Schon. Sobre o assunto, o tecladista disse: "Acabamos de ensaiar por cinco dias. Acho que zeramos tudo um com o outro. Estou ansioso por uma grande tour com ele e com o resto dos caras. Estamos juntos há 38 anos. Sempre haverá algum problema. Eu não conheço nenhum casamento que não tenha tido seus problemas. Foi um mal-entendido e acredito que estamos prontos para seguir em frente".

Logicamente, falar sobre Steve Perry era inevitável e Cain foi perguntado sobre a possibilidade de tê-lo novamente como frontman do Jouney. Sobre isso, o tecladista disse: "Eu não sei. Você teria que perguntar a ele. Eu realmente não sei. Fiquei surpreso quando ele não apareceu na passagem de som no Rock And Roll Hall Of Fame. Ele recusou, mas eu o respeito e sua vida privada. E ele tem sido muito gracioso em autorizar todos os licenciamentos. Ele se mantém envolvido mantendo a marca tão excelente quanto possível, então eu o agradeço por isso. Ele é um cara de classe e mostrou isso na cerimônia de indução. Ele parecia feliz, saudável, e espero que ele continue a fazer música e a cantar, porque ele foi abençoado para fazer isso".

Bad English, circa 1991
E sobre um novo trabalho do Journey, Cain disse a banda começará a compor e "analisar a possibilidade, ver onde a inspiração nos leva". E finalizou afirmando: "Eu estou disposto a isso".

E então Cain foi questionado sobre a possibilidade de tocar novamente com o The Babys (que tinha John Waite e Ricky Phillips no lineup) ou Bad English novamente. A resposta foi curta e grossa: "Você teria que perguntar ao John Waite. Não posso falar mais nada. Ele sabe onde eu moro e eu sei que o The Babys se reformou e vai cair na estrada. Fico feliz em ver isso, mas temos muita coisa com o Journey agora".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENTREVISTA COM ERIK GRÖNWALL

Quando assumiu a posição de frontman do H.E.A.T. , em 2012, Erik Grönwall era apenas mais um nome promissor no mercado musical sueco. E...