terça-feira, 10 de setembro de 2013

ENTREVISTA EXCLUSIVA COM ANDRÉE THEANDER

O guitarrista sueco Andrée Theander
Não tenho dúvidas de que o álbum da The Theander Expression é uma das melhores surpresas do ano. Com uma mistura explosiva de AOR e westcoast, o excelente "Strange Nostalgia" (cujo review foi postado aqui) chegará às lojas no próximo dia 20, via Avenue Of Allies. E muito gentilmente, o guitarrista Andrée Theander - pai da criança - gentilmente concedeu entrevista exclusiva para a AORWatchTower, e que você pode conferir na íntegra agora. Enjoy...

01 Em primeiro lugar Andrée, parabéns pelo álbum incrível. "Strange Nostalgia" traz um um conjunto de AOR radio friendly bem equilibrado com canções westcoast arrepiantes. Pode-se afirmar que esses são seus estilos preferidos?

Andrée Theander: Muito obrigado pelas palavras. Sim, eu amo AOR e westcoast mas ouço vários outros estilos, dependendo do meu humor. Mas acredite, para mim a música é o resultado da mistura de tudo o que gosto. Eu ouço diferentes tipos de rock, jazz, pop e blues e gosto de usar todas essas influências dentro do mesmo conjunto.

02 O álbum tem um approach bastante radio friendly, com as guitarars e teclados em destaque. E obviamente, essa é a sonoridade que coloca um sorriso em nossos rostos. Quais são as suas influências em relação ao radio friendly AOR de que tanto gostamos? 

Andrée Theander: Você acha que é radio friendly? Infelizmente não ouço muito AOR no rádio. Entretanto, eu adoro a fase antiga de Toto e Journey, mas também gosto de novos nomes, como Work Of Art e Lionville.

03 As canções westcoast do álbum são excelentes, com arranjos intimistas e melodias envolventes. Quais são os seus artistas favoritos dentre do estilo?

Andrée Theander: Não tenho certeza do que você ouviu como "westcoast"e como "AOR". Para mim, é a mesma coisa. Mas gosto muito de Chicago, Steely Dan e State Cows, se é que isso é westcoast.

04 O tracklist tem dez canções, mas quantas foram gravadas durante as sessões? Quanto material acabou ficando fora do álbum?

Andrée Theander: Gravamos dez (risos). Tenho mais material que acabou sobrando, mas nada que tenha sido gravado. Talvez tenha sido arriscado, mas acho que o álbum ficou ótimo. E não acho que um álbum deva ser muito longo, cerca de 45 minutos está perfeito.

05 A escolha de vocalistas foi mais que acertada e fiquei impressionado pelos vocais de Christian Hedgren. Ele brilhou em suas interpretações e é uma grande surpresa no álbum. Onde você o encontrou?

Andrée Theander: Fico feliz que você tenha gostado do vocal do Christian. Ele está muito bem acompanhado pelo Göran, mas é bastante difícil dividir o papel de vocalista com alguém como ele. Mas nunca tive essa preocupação. Desde o começo sabia que ele era o cara certo para isso. A primeira vez que ouvi-o foi assistindo o 'The Voice Sweden' na tv. Acredito que o vídeo de sua audição que está no Youtube já tenha alcançado um milhão de visualizações.

06 E Göran Edman é um dos mais conhecidos nomes do universo AOR. Como ele se envolveu no projeto?

Andrée Theander: Ele é um dos vocalistas que mais gosto e sempre imaginei como minhas canções soariam em sua incrível voz. Foi Lars Hallbäck, do Crossfade, quem me colocou em contato com Göran. Eu tinha planos de gravar o álbum todo no estúdio do Hallbäck, que é incrível, mas ficou difícil por causa dos músicos que estavam ocupados naquele momento e seria difícil reuní-los. Mas moro bem perto do estúdio agora, e quem sabe no próximo álbum...

07 Quando você escreveu as canções já tinha Edman e Hedgren em mente?

Andrée Theander: Não, mas tinha o estilo vocal de ambos em mente.

08 Com tantos artistas no mercado pode ser difícil conseguir contrato com uma gravadora. Como você conseguiu assinar com a Avenue Of Allies?

Andrée Theander: Você tem razão, e é mais difícil ainda quando as pessoas não compram mais álbuns como antes. Mas gravadoras como a Avenue Of Allies estão sempre interessadas, desde que o material tenha qualidade que eles próprios aprovem. Eu tive ofertas de outras gravadoras, mas a Avenue Of Allies me pareceu ser a escolha certa.

09 Uma pergunta que venho recebendo desde que postei o review de seu álbum: a Theander Expression é uma banda ou um projeto?

Andrée Theander: Eu diria que é, primariamente, uma banda, mas como você sabe todos os outros músicos envolvidos tem compromissos próprios, então não posso prometer que teremos sempre os mesmos conosco. Mas esse álbum foi apenas o começo...

10 Como você promoverá o álbum? Há planos para shows no futuro?

Andrée Theander: Estamos conversando a respeito. Eu acredito que uma banda deve tocar ao vivo!

11 E o que você tem ouvido ultimamente? Algum nome sueco? Há muitas bandas e artistas vindos daquele país...

Andrée Theander: Sim, a Suécia é um país incrível quando o assunto é música. Tenho ouvido bastante o mais novo cd da State Cows e aguardo ansiosamente o próximo trabalho do Work Of Art. E tenho ouvido repetidamente o álbum do Winery Dogs. É ridiculamente bom.

Andrée, agradeço sua atenção, meu caro. Lhe desejo todo o sucesso com a Theander Expression e que "Strange Nostalgia" seja o primeiro de muitos outros álbuns. As portas da AORWatchTower estão abertas à você...

Andrée Theander: Agradeço muito. E como eu disse, isso é apenas o começo. Ainda haverá mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...