sexta-feira, 2 de novembro de 2018

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Quando se fala o nome da Suécia em qualquer roda onde o assunto seja música, imediatamente se cria uma ligação com AOR, Melodic Rock ou metal, mas o país tem muito mais a oferecer e a Black Paisley é prova disso. A banda debutou no universo dos bons sons no ano passado com um álbum bem bacana e agora retornam com "Perennials", trabalho que consolida a sonoridade da banda, que mescla elementos de rock clássico, hard rock e country contemporâneo com resultados surpreendentes. Se você ainda não está familiarizado com os bons sons da banda, prepare-se para uma bela surpresa.

O álbum tem uma série de canções excelentes e que apresentam variedade sem perder a coesão, como se percebe logo no início com o massacrante rocker "I Want Your Soul", com o espetacular mid-pacer "Day By Day" e com a baladaça "Sometimes" e sua base de piano. Em três canções, a banda mostra sua versatilidade e, principalmente, dá doses cavalares de bom gosto em doses encapsuladas em 4 minutos, quase sempre. Três destaques do álbum e que merecem volume máximo e sua total atenção em múltiplas audições.

"Mother" traz peso com um baixo em primeiro plano e bateria no estilo bate-estaca, enquanto "Miss Me" é um mid-pacer maravilhoso, com linha de baixo e guitarra elegante e arranjo envolvente naquela que, pessoalmente, é o grande destaque do álbum. Já "Without You" é outra balada "daquelas", mas bastante diferente da anterior e com arranjo mais intimista, o que explica minha predileção por ela. Mais três canções excelentes, merecedoras daquelas múltiplas audições e volume máximo.

Outro rocker bacana é "Step Back", com guitarras na linha frente e bateria crescente ao longo dos versos, mas confesso que acho cansativa sua linha no refrão. Com arranjo mais simples e bluesy (apesar do andamento), "Trying" (mais um destaque do álbum) faz bonito sem esforço, assim como a imponente "Out Of My Life" (outro destaque) com seus teclados discretos e arranjo envolvente, pontuado por backing vocals bem colocados.

Na reta final merece destaque a ótima "Alone" e seu arranjo contemporâneo (especialmente nos backing vocals) e a malemolente "Think", onde a bateria rouba a cena com suas variações de andamento entre versos e refrão. "Stronger" é uma balada melancólica no estilo piano e voz que fecha o álbum de maneira triste. Uma canção bacana que funcionaria melhor como b-side, na minha opinião. Enfim, ouçam e tirem suas próprias conclusões.

Black Paisley, circa 2018: Emanuelsson, Blomqvist,
Kerslow, Hedin e Wirensjö
Em resumo, caríssimas e caríssimos, se você anda cansado da previsibilidade que o material emanado da Suécia costuma causar, a Black Paisley (cujo nome veio da linha de guitarras de Richie Sambora) é uma revigorante surpresa. Com canções muito bem construídas e um vocal perfeito para o estilo (cujo tom lembra, muitas vezes, o de Eddie Vedder, do Pearl Jam), "Perennials" resgata o aspecto orgânico que tanta faz falta nos álbuns que costumamos ouvir. Também vale destacar a excelente produção de Hedin e Wiresnjö, equilibrada e enxuta, permitindo que brilhem os melhores elementos de cada canção. Por tudo isso, é fácil apontar "Perennials" como uma das melhores surpresas do ano e uma recomendada aquisição para sua coleção...

BLACK PAISLEY - Perennials
Released on Sept. 27th, 2018 via Black Paisley AB
Cat. #Paisley003

Tracklist
01 I Want Your Soul (assista ao vídeo aqui)
02 Day By Day
03 Sometimes
04 Mother
05 Miss Me
06 Without You
07 Step Back
08 Trying
09 Out Of My Life
10 Alone
11 Think
12 Stronger

Lineup
Stefan Blomqvist: vocals, guitars
Jan Emanuelsson: bass
Mikael Kerslow: drums, percussion
Ulf Hedin: guitars, vocals
Robert Wirensjö: keyboards, vocals

Guest Musicians
Helena Rydh: backing vocals on tracks 1/2/4/5/6/8912
Mikael Hujanen: backing vocals on tracks 3/7/10/11

Um comentário:

GG disse...

Sensacional!!! Excelente banda

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...