segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

TOP 10 2018

Finalmente, caríssimos e caríssimas!!!

Depois de um ano mediano para quase todos os estilos, 2018 vai chegando ao fim deixando uma sensação de que poderia ter sido melhor, muito por conta da expectativa criada acerca de alguns álbuns que pareciam promissores, mas que acabaram morrendo na praia.

Alguns poucos foram surpreendentes, enquanto a maioria, na melhor das hipóteses, cumpriu tabela, por assim dizer.

Entretanto, no meio de tanta coisa, vocês conseguiram selecionar 10 trabalhos que lhes foram marcantes e que, por isso mesmo, foram listados como sendo os melhores que 2018 teve a oferecer.

Aproveito o momento para agradecer os 774 leitores que enviaram suas listas, a primeira delas tendo chegado na casa no final de Outubro!!! 

E como era de esperar, a grande maioria chegou em Dezembro mesmo, quando as gravadoras passaram a régua no ano e lançaram alguns poucos trabalhos. Assim sendo, e com toda aquela tradicional dose de surpresa - para o bem ou não - eis a lista dos 10 melhores álbuns que vocês escolheram ao longo de 2018:

01 TREAT - "TUNGUSKA" Não há ano em que os suecos lancem material inédito e que não figurem no primeiro lugar de várias listas de melhores lançamentos. O Treat é uma banda que está em franca ascenção desde o fantástico "Coup De Grace", de 2010, lançando álbuns com muita qualidade sob todos os aspectos, reinventando sua música sem descaracterizar a sonoridade que os tornou uma das mais respeitadas bandas de melodic hard rock do planeta.  Uma banda afiada, um vocalista preciso e sempre armados com canções poderosas e envolventes, o Treat descansa, merecidamente, na posição #1 da lista dos melhores do ano.

02 State Of Salazar - "Superhero"
03 Clif Magness - "Lucky Dog"
04 Steve Perry - "Traces"
05 Jerome Mazza - Öutlaw Son"
06 Perfect Plan - "All Rise"
07 Judas Priest - "Firepower"
08 Gioeli Castronovo - "Set The World On Fire"
09 Creye - "Creye"
10 W.E.T. - Ëarthrage"

Outros álbuns bastante citados e que quase - quase mesmo - entraram na lista dos 10 melhores, sem ordem de votação, são:

* Care Of Night - "Love Equals War"
* White Widdow - "Victory"
* Groundbreaker - "Groundbreaker"
* Dukes Of The Orient - "Dukes Of The Orient"
* The Night Flight Orchestra - "Sometimes The World Ain't Enough"

Assim sendo, encerramos o ano com uma lista menos homogênea do que em anos anteriores, mas me parece ponto pacífico que todos os álbuns votados transbordam qualidade e merecem o destaque dado por vocês. Mas se a posição em que encontram na lista é justa, é outra história...

Agradeço imensamente a participação de todos, afinal de contas, nossa brincadeira anual só acontece pelo engajamento de todos. Assim sendo, muito obrigado!!!

Agora, a AORWatchTower entre em um breve hiato (que deve se estender até quase o fim de Janeiro), mas se algo de muita relevância acontecer nesse meio tempo, pode apostar que aparecerá aqui na casa.

Que os deuses nos protejam e iluminem nossos caminhos, vigiando nossos movimentos e nos concedendo bons sons para nos embalarem ao longo do novo ano que se aproxima.

Até breve, moçada!!!

Rock on...

2 comentários:

Rafael Lopes disse...

Boa lista. Porém surpreso com a ausência de Odyssey Desperado...

João disse...

Gosto é gosto mas pra mim o Groundbreaker e o Care Of Night foram insuperáveis em 2018!

Postar um comentário

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Um dos mais respeitados nomes na terra dos cangurus, Rick Price tem uma carreira consistente e repleta de belos álbuns, dentre os quais ...