quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

"O KISS NÃO VAI DESAPARECER", DIZ PAUL STANLEY

Paul Stanley, circa 2020
Em recente entrevista concedida a C-Ville, Paul Stanley falou sobre o futuro do Kiss após encerrar a "End Of The Road Tour".

"É importante ressaltar que é o fim das tours. A banda não vai desaparecer. Mas chegamos a um ponto onde viajar e fazer 100 shows em sete meses, que é o que fizemos até o momento, é muito cansativo e consome muito tempo, e há outras coisas para se fazer na vida", disse Stanley.

E apesar da despedida iminente, o guitarrista está aproveitando o momento: "É uma oportunidade única saber que é a última vez. Muitas vezes na vida nos encontramos perdendo alguém ou perdendo algo e dizendo, 'Se eu soubesse, teria feito algo diferente'. Bem, ao invés de sairmos de cena com uma choradeira, sairemos em grande estilo. E essa é uma volta da vitória onde vamos todos juntos, porque é uma congregação de todos torcendo por tudo o que conquistamos. E quando digo 'vamos', me refiro à banda e aos fãs".

O Kiss já ensaiou uma tour de despedida, mas Stanley insiste que agora a coisa é mais séria: "Nós estamos 20 anos mais velhos, para começar. E além disso, a primeira vez que fizemos uma tour de despedida, foi tudo mal planejado. A ideia de que deveríamos deixar integrantes que nos deixavam mal - Gene e eu - e comprometiam a banda não deveria ser motivo para encerrarmos a carreira. Sempre acreditamos que a banda é maior e mais forte que qualquer integrante e, de repente, nos pegamos considerando a ideia de matar o cavalo ao inés de sacrificar dois jóqueis".

O show final do Kiss acontecerá em 21 de Julho de 2021, em New York.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...