sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

A década de 90 sepultou o AOR com o surgimento do nefasto movimento grunge, o que restringiu o mercado mundial ao território europeu. Mas algumas bandas se encarregaram de manter o legado vivo e uma delas foi a Heartland, que debutou no cenário com um dos melhores trabalho não apenas daquela época, mas também do estilo que tanto curtimos. E um dos singles promocionais foi "Fight Fire With Fire", que mostrava a qualidade da banda liderada pelo grande Chris Ousey e que, infelizmente, me parece nunca ter recebido a atenção devida. Azar de quem deixou passar...

"Fight Fire With Fire" é uma linda balada com uma guitarra acústica em primeiro plano, cuja base é pontuada pelo baixo e outra guitarra que surge ocasionalmente. Já os teclados são discretíssimos, quase inaudíveis, mas se tornam bastante evidentes no refrão, da mesma maneira que a bateria. O arranjo é muito bem trabalhado e a melodia é envolvente, característica potencializada pelos marcantes vocais de Mr. Ousey. Uma belíssima canção que figura entre os melhores momentos da loga carreira da Heartland, pessoalmente falando. Ouça múltiplas vezes no volume máximo.

"Don't Talk To Strangers" é um excelente radio friendly AOR com ênfase nas guitarras e teclados. O arranjo foge do lugar comum e aliado à um andamento bem calculado e à uma melodia empolgante, se transforma em uma excelente canção. O refrão é emocionante, com ampla presença de teclados bem distribuídos. Uma vez mais, não há como elencar os pontos positivos dessa canção sem mencionar os assombrosos vocais de Mr. Ousey. Cabe ressaltar que "Don't Talk To Strangers" não foi lançada em nenhum álbum da banda.

"When The Curtain Fall" é um mid-pacer pontuado por riffs preguiçosos e muito bem postados dentro do arranjo que, uma vez mais, foge do tradicional. Nem mesmo o andamento cai no lugar comum, assim como os backing vocals espalhados nos versos e não no refrão. E falando no refrão, ele é tão bem incorporado às b-sections que você pode nem percebê-lo. Ainda assim, essa canção - que também não está disponível em nenhum álbum da banda - merece múltiplas audições. Um belo momento na carreira da Heartland.

Heartland, circa 1991: Gibson, Carter, Brown, Ousey e Sharpe
Finalmente, "Fight Fire With Fire" ressurge em uma incrível versão acústica, onde a percussão e o baixo criam uma atmosfera ainda mais intimista. Esse formato torna ainda mais evidente a tremenda qualidade vocal de Mr. Ousey, assim como os backing vocals precisamente distribuídos. Outro momento absolutamente precioso na carreira da banda.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o single de "Fight Fire With Fire" é uma aquisição valiosa. Não apenas pela versão acústica da faixa-título, mas principalmente pelas outras duas canções exclusivas desse single. Ainda, seria redundância mencionar, uma vez mais, a altíssima qualidade de Chris Ousey como vocalista, portanto vamos enaltecer a igualmente alta qualidade da banda, muito mais que eficiente. Com um conjunto de grandes músicos, um vocalista muito acima da média e composições que beiram a perfeição, não tem como errar. Esse single é mais que recomendado, é obrigatório.

HEARTLAND - Fight Fire With Fire CDS
Released in 1991 via A&M Records
Cat. #AMCD 761

Tracklist
01 Fight Fire With Fire
02 Don't Talk To Strangers
03 When The Curtain Fall
04 Fight Fire With Fire (Acoustic Version)


Lineup
Chris Ousey: vocals
Gary Sharpe: guitars
Steve Gibson: drums
Rik Carter: keyboards
Phil Brown: bass


Guest Musicians
Additional keyboards: George Deangelis, David Hinson
Backing vocals: Sylvia Mason James, Carol Kenyon, Don Snow, Paul Moggledon, Omar Dupree, Steven P. Clisby, Julia Loko, Jody Pijper

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO

Caríssimas e caríssimos Hoje me dirijo à São Paulo para o show dos irlandeses do U2. Com isso, a Recomendação Da Semana não será...