sexta-feira, 10 de junho de 2016

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

O projeto Phenomena ficou conhecido mundialmente em 1987, mas já havia lançado um álbum dois anos antes. Além disso, retornou ao cenário cinco anos depois de ter deixado sua marca no universo dos bons sons com o excelente "Inner Vision", álbum que trazia um lineup fixo, ao contrário dos outros trabalhos. E à frente do grupo estava o espetacular Keith Murrell, vocalista talentosíssimo e dono de um timbre mais que perfeito para o AOR contagiante que o Phenomena se propôs a fazer em seu terceiro álbum, cujo single "Banzi"  promovia. Com uma sonoridade menos elaborada e mais uniforme, o Phenomena acabou criando um álbum extremamente coeso e repleto de grandes canções

A empolgante "Banzi" é um radio friendly AOR arrasador, impulsionado por uma pesada linha de baixo e linha de bateria caprichada, ambos criando a base por onde as guitarras desfilam com propriedade. O arranjo é envolvente, contando com um refrão explosivo cercado por backing vocals impressionantes, acompanhados pelos poderosos vocais de Mr. Murrell. Essa canção é uma verdadeira pancada sonora (especialmente no fade out) que merece mais que sua total atenção, mas também o máximo volume possível, múltiplas audições e air guitars desavergonhadas.

Em seguida temos "Secret Of Love", outro radio friendly AOR carregado de guitarras e teclados, mas aqui em dose mais equivalente. O arranjo privilegia os teclados ao longo dos versos mas nunca omitindo as guitarras que se fazem notar o tempo todo. O refrão é pegajoso e conta com backing vocals bem colocados, oferecendo contraponto aos teclados. Outra ótima canção que merece sua atenção e múltiplas audições.

O espetacular Keith Murrell
Finalmente temos "Dance With The Devil", canção gravada para o primeiro álbum do Phenomena - de 1985 - e que traz ninguém menos que o legendário Glenn Hughes nos vocais. Aqui, o formato é uma mistura poderosa de AOR britânico com o classic rock mais tradicional. O arranjo é certeiro, com os magistrais Cozy Powell e Neil Murray na cozinha. Ainda, vale dizer que Mr. Hughes dá um show de interpretação nessa canção que merece múltiplas audições no máximo volume possível.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, o single de "Banzi" serve como prova de que o projeto Phenomena não parou - ou debutou - em 1987. É quase vergonhoso o fato de o terceiro trabalho desse projeto ter sido tão ignorado, dada a sua qualidade. Com músicos de primeira linha e um vocalista monstruoso, "Inner Vision" merecia muito mais atenção do que recebeu. Se você ainda não ouviu esse álbum, recomendo experimentar o single aqui resenhado, que serve como uma pequena - mas violenta - dose do melhor "AOR made in the U.K." Acredite, vale muito a pena...

PHENOMENA - Banzi CDS
Released in 1992 via Dino Music
Cat. # dincsg 18-1

Tracklist
01 Banzi
02 Secret Of Love
03 Dance With The Devil

Musicians
Keith Murrell: vocals
Glenn Hughes: vocals
Scott Gorham: guitars
Mel Galley: guitars
John Thomas: guitars
Leif Johansen: keyboards
Michael Sturgis: drums
Cozy Powell: drums
Merv O'Ryan Spence: bass, backing vocals
Neil Murray: bass
Rick Sanders: Fiddle
Pete Green: backing vocals
Alisson McGinnis: backing vocals

Um comentário:

Postar um comentário

KEE OF HEARTS LANÇA PRIMEIRO VÍDEO

Arte do álbum de estréia do Kee Of Hearts Um dos projetos mais interessantes do ano - na minha modesta opinião - é o Kee Of Hearts que ...