sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Nome conhecido e respeitado dentro do universo AOR, o sueco Jim Jidhed retoma sua carreira solo com "Push On Through", seu primeiro trabalho solo em uma década. Acompanhado de nomes já recorrentes dentro do cenário contemporâneo (como Daniel Flores e Michael Palace) além do veterano Ken Sandin (seu colega no Alien), Jidhed conservou sua veia AOR intacta, mas a envolveu em elementos contemporâneos que resultaram em um álbum excelente e que supera, em muito, o excelente "Full Circle" (leia a resenha aqui), de 2003.

O álbum é repleto de doses cavalares do melhor AOR, como se pode constatar em "Glorious", "Push On Through" (um dos grandes destaques do álbum), "If We Call It Love" (soando muito como o Alien, essa canção traz as assinaturas das legendárias compositoras Pam Barlow e Janet Minto, tendo sido originalmente gravada por Eddie Ray Wolfe na década de 80) e a descomunal "One Breath Away" (outro grande destaque do álbum), todas dignas representantes do estilo que tanto amamos. Em cada uma delas você encontrará abundantes guitarras e teclados muito bem distribuídos, refrões matadores e interpretações arrasadores de Mr. Jidhed. Volume máximo para cada uma dessas canções, por favor...

A espetacular "Next In Line" mantém a alta qualidade no lado mais rocker do álbum, que ainda conta com a ótima "Love Was Waiting" como última representante. Ambas merecedoras de sua total atenção e daquele já tradicional volume máximo.

Jim Jidhed, circa 2017
Não bastassem os rockers que o álbum contém, ainda temos mid-pacers simplesmente maravilhosos, como "First Time" e "Drowning", ambos incluídos entre grandes destaques do álbum e possuidores de todos os mais clássicos elementos que todo mid-pacer forjado no AOR deveria ter. Múltiplas audições aqui são obrigatórias e, pode acreditar, você vai se arrepiar em cada uma delas.

Em resumo, caríssimas e caríssimos, não resta dúvida que Jim Jidhed acertou em cheio na retomada de sua carreira solo. Com interpretações irretocáveis e um punhado de grandes canções, o sueco gravou um álbum excelente do início ao fim. Ainda, há que ser mencionado o belo trabalho de Daniel Flores na produção, um quesito que vem sendo criminosamente ignorado nos últimos anos em vários trabalhos. Finalmente, outro que merece ser mencionado é  Michael Palace, cujo desempenho nas guitarras acrescenta muito brilho às canções desse álbum. Assim sendo, tenha certeza de incluir "Push On Through" em sua coleção porque, desde já, esse trabalho desponta como um dos melhores do ano...

JIM JIDHED - Push On Through
Released in January 2017, via AOR Heaven
Cat. #AORH00143

Tracklist
01 Glorious
02 Push On Through
03 If We Call It Love
04 Waiting For Summer
05 The First Time
06 One Breath Away
07 Too Many Words
08 Next In Line
09 Drowning
10 Love Was Waiting
11 It Is What It Is

Musicians
Jim Jidhed: vocals
Daniel Flores: drums
Michael Palace: guitars
Philip Lindstrand: guitars
Ken Sandin: bass

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MIKKEY DEE FALA SOBRE OS SCORPIONS

Mikkey Dee é o atual batera dos Scorpions Há pouco mais de um ano, o sueco Mikkey Dee foi anunciado como baterista oficial dos Scorpio...