quinta-feira, 28 de novembro de 2013

AS PRIMEIRAS IMPRESSÕES DE "LIFE, LOVE & HOPE", O NOVO ÁLBUM DO BOSTON

Novo álbum do Boston é decepcionante
No próximo dia 03, Tom Scholz voltará ao cenário musical trazendo consigo a carcaça do Boston escondida atrás de um novo álbum, batizado de "Life, Love & Hope", que será lançado pela Frontiers Records.

Contando com nada menos que sete vocalistas (incluindo dois registros do finado Brad Delp), Scholz se encarregou de quase todos os instrumentos e imprimiu a sonoridade mais tradicional da banda.

Uma pena.

"Life, Love & Hope" levou mais de uma década para ser finalizado e, por isso mesmo, gerou uma tremenda ansiedade não apenas nos fãs do Boston, mas também em quem curte seus trabalhos pregressos. Infelizmente, o resultado foi desastroso.

A variedade de vocalistas deixa o álbum absolutamente sem identidade. Mesmo os ótimos Tommy Decarlo e Brad Delp não conseguem salvar o dia. E falando em Delp, foram usadas gravações dele em canções requentadas do bom "Corporate America", lançado em 2002. As canções em questão são "Someone" e "You Gave Up On Love" e estão entre os poucos bons momentos do álbum. Mas confesso que existe aqui o fator saudosismo e, por isso, me dê um desconto caso você discorde.

Esse trabalho só não é um desastre absoluto porque "Life, Love & Hope", "You Gave Up On Love" e as duas canções onde Brad Delp aparece surgem como um raio de luz no meio da escuridão que é o tracklist composto por canções que soam requentadas.

A sonoridade modorrenta e ultrapassada em que Scholz insiste, aliada à mixagem 'merdiana' e aos arranjos mirabolantes em que a bateria de caixa de papelão só é superada pelas guitarras estridentes fazem com que o retorno do Boston seja triste e até melancólico.

A banda não merecia isso. E nem seus fãs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...