sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Não costumo resenhar álbuns gravados ao vivo, mas no de "The Italian Job", a exceção é mais que justificável. Não apenas pelo fato de o FM ser uma banda prolífica e que vem sabendo se reinventar aos poucos, mas principalmente por manter a alta qualidade de seus trabalhos ao longo dos anos, apesar das suaves mudanças na orientação sonora que os britânicos vêm abraçando gradualmente. O show em questão foi gravado em Maio de 2018 durante o Frontiers Rock Festival em Milão e teve seu setlist baseado em material de pinçado de sete álbuns, e foi muito bacana resgatar algumas canções menos óbvias da sua discografia, o que dá um brilho extra ao conjunto.

É quase gratificante ouvir as canções mais novas ganhando corpo ao vivo e revelando sua força, como acontece com "Black Magic", "Life Is A Highway" e mais evidentemente com "Killed By Love", um rocker construído para o rádio e que funciona maravilhosamente ao vivo.

Outra canção mais recente e que funciona muito bem ao vivo é "Over You" e sua linha de baixo massacrante, além da bluesy "Closer To Heaven", sem dúvida uma das mais lindas baladas do FM em toda sua discografia. Mas uma das grandes surpresas é "Story Of My Life", uma balada intimista de arrepiar em sua versão de estúdio e que aqui se agiganta ainda mais, em uma releitura com teclados e voz onde Jem Davis e Steve Overland criam o ponto alto da noite, no que tange o material mais recente da banda logicamente.

O show é pontuado pelo material dos dois primeiros álbuns do FM e que consolidou o nome da banda, mas mesmo aqui as escolhas foram menos óbvias, já que clássicos absolutos como "Frozen Heart" e "Face To Face" foram omitidas. Entretanto, grandes momentos nostálgicos se apresentam com "Let Love Be The Leader", lançada como single em 1986 e que nunca havia sido incluída em nenhum trabalho oficial da banda até 1994, quando foi incluída na (hoje raríssima) coletânea "Only The Strong: The Very Best Of FM 1984-1994". Sem dúvida, uma das canções mais marcantes do FM, com todos os elementos característicos do AOR britânico da década de 80.

As explosivas "Someday" (com guitarras mais proeminentes), "Does It Feel Like Love" (que versão é essa!!!), "Bad Luck" e "Tough It Out" (ambas matadoras ao vivo) representam brilhantemente o clássico "Tough It Out", enquanto as maravilhosas "I Belong To The Night", a contagiante "Love Lies Dying", "That Girl" e a maiúscula "Other Side Of Midnight" carregam a bandeira do obrigatório "Indiscreet", além de fechar o show com aquele clima de festa magistral.

FM em Milão, circa 2018: Davis, Goldsworthy,
Davis, Overland e Jupp
Em resumo, caríssimas e caríssimos, "The Italian Job" é um álbum que serve de testamento da alta qualidade do FM. Ano após ano, os britânicos se afirmam como uma das melhores e mais respeitadas bandas de AOR em atividade. É fato que as canções têm uma inclinação mais AC Rock do que propriamente AOR (detalhe que favorece muito os vocais de Steve Overland) e que Chris Overland e Didge Digital fazem falta nas canções mais antigas, e que também Mr. Overland já não tem todo aquele alcance vocal, mas será que há alguém tão ingênuo a ponto de esperar por isso??? Não creio. O fato é que o FM mostra com "The Italian Job" que não só permanece competente no palco, mas que também ainda tem muita estrada a percorrer.  E há que comemorar o fato de o show ter sido registrado em vídeo, o que não acontecia desde 2013. Ou seja, tudo aqui é motivo de festa...

FM - The Italian Job
Released on Feb 22nd 2019, via Frontiers Records
Cat. #FR CDVD 918

Tracklist
01 Intro
02 Black Magic
03 I Belong To The Night
04 Life Is A Highway
05 Let Love Be The Leader
06 Someday (You’ll Come Running)
07 Killed By Love
08 Metropolis
09 Over You
10 Closer To Heaven
11 Does It Feel Like Love
12 Story Of My Life
13 Love Lies Dying
14 Bad Luck
15 Tough It Out
16 That Girl
17 Other Side Of Midnight

Lineup
Steve Overland: vocals, guitars
Pete Jupp: drums, percussion, vocals
Merv Goldsworthy: bass, vocals
Jem Davis: keyboards
Jim Kirkpatrick: guitars

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...