sexta-feira, 20 de setembro de 2019

RECOMENDAÇÃO DA SEMANA

Nome mais que conhecido no universo dos bons sons, Tony Sciuto está na ativa desde a década de 70, mas foi o clássico "Island Nights" de 1980 que marcou sua estréia como artista. Desde então, ele ganhou notoriedade como compositor escrevendo canções para Don Johnson, Tina Turner, Airkraft, Kenny Rogers, B.J. Thomas, Marc Hunter, Nick Kamen, Little River Band e muitos outros. Inclusive, ele integrou a Little River Band entre 1990 e 1997 como tecladista e vocalista. E como acontece com compositores prolíficos, muita coisa composta e gravada acaba engavetada e é esse material que "Diamond In The Rough" resgata. Uma série impressionante de canções gravadas entre o fim dos anos 80 e início dos anos 90, apresentando uma mistura muito bem equilibrada entre AOR e Westcoast, território onde atua com muita propriedade. Ainda, vale destacar as ilustres presenças de John Capek, Peter Beckett e Robin Randall entre os músicos envolvidos, o que indica a alta qualidade do material que "Diamond In The Rough" traz.

O álbum tem várias baladas distintas entre si (o que é um ponto muito positivo) mas sempre ostentando coesão quando comparadas umas com as outras, como podemos perceber nas ótimas "Diamond In The Rough" (que parece tirada de um álbum do Planet 3), "We Belong Together" com seu arranjo intimista, a envolvente "Answer To My Prayer" com seu arranjo inclinado ao pop dos anos 90 e "Three Sides To Every Story" e sua inegável aura westcoast que Sciuto domina tão bem.

"I'll Build My World Around You" carrega uma linda aura AOR que explode em toda sua magnitude na arrebatadora "One Heartbeat At A Time" (para mim, o grande destaque do álbum), que me remete aos melhores momentos do legendário Marc Jordan, especialmente guitarras, refrão e progressão melódica de maneira geral. Já "All Over You" é um belo mid-pacer com arranjo AC Pop muito eficiente, característica compartilhada pela ótima "Just A Photograph" que, ainda assim, é fácil de ser imaginada com uma roupagem AOR. Mas "In My Life" tem estrutura AC Pop bem tradicional, enquanto "There's Such A Thing As Too Long" me remete outra vez aos bons sons do Planet 3.

Mas o álbum tem mais a oferecer e a excelente "Love Heat The Night" (que bem poderia ter sido gravada por Brett Walker ou Stan Bush) e suas guitarras bem postadas é prova disso, além da ótima versão original para "The Last Sound Love Makes" (gravada por Don Johnson em 1986), levemente diversa de sua regravação mas retendo elementos originais suficientes para que fique claro de onde ela veio.

Tony Sciuto, circa 2018
Em resumo, caríssimos e caríssimas, "Diamond In The Rough" é um belíssimo álbum de AOR/Westcoast que, curiosamente, pouca gente conhece. Na verdade, essa resenha surgiu de uma conversa com um casal de amigos entusiastas do westcoast que não conheciam Tony Sciuto. Uma longa conversa e duas audições do álbum me convenceram a trazê-lo para cá. Sciuto é não apenas um grande intérprete, mas também um brilhante compositor e essa coleção de canções deixa isso bastante claro. As demos tem muita qualidade (na verdade, não soam como tal) e certamente agradarão os entusiastas dos bons sons sem muito esforço. Se você já é familiarizado com o trabalho de Tony Sciuto sabe que qualidade é item frequente em suas empreitadas, mas se o seu trabalho ainda lhe soa como novidade, "Diamond In The Rough" será uma grande surpresa, pode apostar...

TONY SCIUTO - Diamond In The Rough
Released in 2004 via Cool Sound (Japan)
Cat. #COOL-116

Tracklist
01 Diamond In The Rough
02 Love Heat The Night
03 We Belong Together
04 Answer To My Prayer
05 Water To A Flame
06 Three Sides To Every Story
07 I'll Build My World Around You
08 The Last Sound Love Makes
09 One Heartbeat At A Time
10 All Over You
11 Just A Photograph
12 In My Life
13 There's Such A Thing As Too Long

Musicians
Tony Sciuto : vocals, guitars, bass, keyboards
Peter Beckett: keyboards, backing vocals
Gary Griffin: keyboards
John Capek: keyboards
Robin Randall: keyboards
Paul Soroka: keyboards
John Thomakos: drums
Michael Sciuto: bass
Paul Soroka: sax
Eric Dinenna: percussion
Cathy Zebron: backing vocals

Nenhum comentário:

Postar um comentário

JEFF SCOTT SOTO DIZ: "NÃO QUERO ENGANAR NINGUÉM"

O grande Jeff Scott Soto, circa 2020 Em anos recentes, cada vez mais artistas têm usado recursos tecnológicos para que seus shows soem mais ...